Blockchain

Voos para Fernando de Noronha terão emissão neutra de carbono

Viagens do Recife para o arquipélago terão compensação doada aos passageiros


Boeing 737 da Gol em Fernando de Noronha

Desde junho, uma parceria permite a compensação de carbono emitido nos voos da companhia

A partir de 1º de setembro, os voos diários da Gol Linhas Aéreas do Recife (REC) para Fernando de Noronha (FEN), e vice-versa, terão emissão neutra de carbono.

A iniciativa é a ampliação da parceria entre a companhia e a empresa Moss, uma plataforma ambiental internacional de créditos de carbono, que doará a compensação da pegada carbônica dos voos desta rota aos passageiros, neutralizando as emissões totais. O benefício é extensivo a quem faz conexão no terminal pernambucano para seguir para o arquipélago.

Desde junho, é possível que a compensação de carbono dos voos da Gol seja feita pelos passageiros de forma voluntária em qualquer rota pelo país. Estima-se que cada ida e volta ao arquipélago deixe uma pegada ambiental média de 14,18 toneladas de CO₂ e; em comparação, a cada 25 idas e voltas um hectare de Floresta Amazônica será preservada. 

"A tecnologia em blockchain que criamos dá valor, credibilidade e transparência para um ato real e de grande impacto positivo no enfrentamento do aquecimento global e na preservação da Amazônia”, segundo o fundador e CEO da Moss, Luis Adaime.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

 

Marcel Cardoso

Publicado em 10 de Agosto de 2021 às 10:40


Notícias noticias noticias de aviação Gol Fernando de Noronha Recife Carbono Emissão Compensação