Inseticida? Checked!

Infestação de insetos deixa aviões de companhia britânica no chão

Três aeronaves da British Airways ficaram inoperantes por uma semana


Cabine de uma aeronave da British Airways

Temperaturas elevadas na capital britânica teriam motivado as ocorrências

Três aviões da British Airways ficaram inoperantes por cerca de sete dias no aeroporto internacional de Heathrow (LHR), em Londres, depois que pilotos detectaram infestações de insetos no momento da decolagem. Os casos aconteceram entre os dias 9 e 11 de junho.

Investigações preliminares apontaram que eles haviam penetrado nos tubos de pitot, que medem a velocidade do ar das aeronaves, causando discrepância de informações para a tripulação. O Departamento de Transportes do Reino Unido classificou os casos como ‘graves’.

Um exemplo foi o ocorrido com um Boeing 777-200 (G-YMMR), que seguia para Accra (ACC), capital de Gana, na África, que teve a decolagem abortada a 160 km/h, depois que os pilotos detectaram as anomalias nas informações de velocidade. Os passageiros tiveram de seguir viagem em outro voo, cinco horas depois.

Autoridades britânicas emitiram boletins de segurança às companhias aéreas alertando sobre os perigos das infestações de insetos, após os casos se tornarem públicos. Londres registrou temperaturas de quase 30 graus no período das ocorrências, o que favorece este tipo de situação.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

 

Marcel Cardoso

Publicado em 10 de Agosto de 2021 às 06:40


Notícias noticias noticias de aviação Infestação Insetos British Airways Aviões Londres Heathrow Aeroporto