Era só usar a máscara

Avião é evacuado após passageiro se recusar a utilizar máscara

Boeing 737 da Southwest teve de ser higienizado e voo atrasou em uma hora


Embora nos EUA não exista uma lei federal que obrigue o uso de máscara nos aviões, empresas podem desembarcar quem não seguir protocolos de saúde

Um voo da companhia norte-americana Southwest entre Nashville, no Tenneessee e Las Vegas teve de ser evacuado após uma passageira se recusar a utilizar máscara facial a bordo. Após retornar para o portão e os passageiros serem desembarcados, o avião passou por um processo de higienização preventiva.

O avião estava realizando o procedimento de taxi quando a tripulação notou que a passageira manteria sua recusa em usar a máscara facial. Em virtude das novas normas de segurança adotadas pela empresa, a tripulação optou por chamar um oficial do Departamento de Segurança Pública do aeroporto para retirar a passageira.

“Pouco depois de sair do portão, o voo 2388 de Nashville para Las Vegas voltou após um cliente se recusar a seguir nossa política de cobertura facial”, disse Dan Lanson, porta-voz da Southwest.

Como a passageira se negou a seguir as medidas de segurança, a Southwest optou por desembarcar todos os passageiros e realizar a desinfecção interna da aeronave, atrasando o voo em hora.

As empresas aéreas estão ampliando os procedimentos sanitários e de saúde a bordo, visando ampliar a percepção dos passageiros em relação à segurança de voar em meio a pandemia de covid-19. O uso de máscaras a bordo não é lei na maior parte dos Estados Unidos, mas a recusa em utiliza-la pode levar ao desembarque dependendo das regras estipuladas por cada companhia aérea.

  • Se inscreva no canal da AERO Magazine no YouTube clicando aqui

Por Gabriel Benevides

Publicado em 6 de Novembro de 2020 às 12:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião Boeing 737 Southwest covid-19 máscara aeroporto Las Vegas