Nova geração

Tradicional operador do 747F deverá adicionar o 777-300 cargueiro na frota

Cargolux afirma interesse em adquirir versão de grande capacidade do Triplo Sete


Boeing 777-300F

Futuro 777-300F poderá modelo padrão na maior parte das companhias cargueiras, especialmente entre usuários do 747-400

Principal transportadora de cargas de Luxemburgo, a Cargolux está estudando a possibilidade de adquirir a versão cargueira do Boeing 777-300 desenvolvido pela Israel Aero Industries (IAI), dentro do plano de expansão de frota.

"A Cargolux está focada em adquirir novas aeronaves cargueiras widebodies de última geração, observando de perto a conversão do 777-300ER para transporte de cargas, no qual a GECAS junto com o IAI onde trará uma grande quantidade de 777-300ER [usados] prontos para conversão", disse Richard Forson, CEO da Cargolux.

Atualmente a frota da companhia é composta por trinta aviões, todos da família 747, sendo catorze 747-8F e outros dezesseis 747-400. A mudança no perfil da frota ocorre enquanto a Boeing se prepara para encerrar a produção do Jumbo, que estava restrita a versão cargueira.

O executivo sinalizou ainda preocupação sobre o fim da linha de montagem do 747-8F prevista para ocorrer em 2022, ressaltando quão vantajoso se tornou ter apenas o 747 em sua frota na relação de custos operacionais.

"A Cargolux fará de tudo para manter a longevidade da ‘Rainha dos Céus’ pelo maior tempo possível. O mix na frota composta pelo 747 e pelo cargueiro bimotor [777-300] trará complexidade as nossas operações, o que não temos neste momento", ressaltou Forson.

O Boeing 777-300ERSF poderá significar uma sobrevida a família do Triplo Sete que amarga atrasos e incertezas sobre o 777X, versão modernizada que dependerá do sucesso do 777-9, a maior versão do modelo, para a continuidade do programa que prevê ainda o 777-8, versão de capacidade intermediária entre os atuais 777-200ER e 777-300ER, com ultralongo alcance. Um eventual cargueiro da nova geração não está nos planos da Boeing.

Enquanto isso, a norte-americana Kalitta Air se tornou o cliente lançador do 777-300ERSFR, caminho que deverá ser seguido pela Cargolux visando aposentar seus primeiros 747-400F.

  • Se inscreva no canal da AERO Magazine no YouTube clicando aqui

Por Gabriel Benevides

Publicado em 16 de Novembro de 2020 às 16:20


Notícias notícias de aviação aeronave avião Boeing 747 747F Cargolux IAI GE Aviation 777 777X 777-9 777-300ERSF