Novo conceito de treinamento

Jato de instrução M-345 da Leonardo recebe certificação

Aeronave italiana foi homologada seguindo novos e complexos processos de validação de ensaios em voo


M-345 é um jato de treinamento avançado derivado do Aermacchi S-211

O novo avião de treinamento M-345 recebeu a certificação militar expedida pela DAAA (Direção de Armamento Aéreo e Aeronavegabilidade), autoridade italiana responsável pela certificação. O programa liderado pela Leonardo atualizou a plataforma Aermacchi S-211, utilizado especialmente em treinamento avançado pela força aérea italiana.

A certificação inicial do M-345 marca o primeiro caso de aplicação da nova regra AER (EP) P-21 para aeronaves de asa fixa, que adota o EMAR-21 (Requisitos de aeronavegabilidade militar europeia), um um rigoroso requisito de homologação internacional que prevê uma série de novos requisitos. A adoção do EMAR-21 permite não apenas a aeronave ser certificada dentro de regras atuais, mas também amplia as possibilidades de exportação, especialmente para países europeus.

LEIA TAMBÉM

O M-345 foi projetado para atender a necessidades básicas e avançadas de treinamento de pilotos militares e faz parte de um ambicioso projeto para a criação de uma escola internacional de voo, capaz de atender aos requisitos de treinamento de pilotos de nações aliadas. A chamada Escola Internacional de Treinamento de Voo é um projeto de internacionalização da oferta de adestramento lançada por Leonardo em parceria com a Força Aérea Italiana, permitindo que o futuro piloto seja exposto à complexidade de todos os cenários operacionais possíveis.

Um dos destaques do M-345 é sua concepção baseada na mais recente interface homem-máquina, que inclui controles HOTAS, que permite o piloto manter as mãos nos comandos de voo, Head-Up Displays (HUD), Displays multifuncionais (MFD), enquanto o sistema de simulação de treinamento tático incorporado (ETTS) permite realizar todo o espectro de funções simuladas em voo com um link para um ambiente moderno de adestramento de pilotos.

O M-345 é um monojato leve, impulsionado por um motor Williams FJ44-4M-34 de 3,400 lbf, podendo atingir velocidade máxima de 425 KTAS entre o nível do mar e 20.000 pés de altitude, além de um teto de serviço de 40.000 pés. Por fim, o fator de carga máximo é de +7/-3,5 g, atendendo aos principais requisitos de treinamento.

De acordo com a Leonardo o M-345 oferece custos operacionais próximo de modelos turbo-hélices, como o brasileiro A-29 Super Tucano e o norte-americano AT-6 Wolverine, derivado do suíço Pilatus PC-9. Entre as vantagens alegadas está a maior performance e a proximidade com as características de voo de aeronaves de combate, inclusive nos tempos de resposta dos comandos.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 18 de Maio de 2020 às 11:51


Notícias notícia de aviação aeronave avião Leonardo M-345 jato treinamento Aermacchi S-211