Super Hornet na Europa

Alemanha enviará carta aos EUA para a aquisição de caças F/A-18

Compra dos Super Hornet poderia ser positiva à Boeing após a perda no Canadá


F/A-18 Super Hornet

Ao todo podem ser trinta unidades do Super Hornet e quinze do Growler- | Foto: Boeing

O governo alemão deverá enviar, em janeiro de 2022, uma carta ao governo dos Estados Unidos solicitando a aquisição de um lote dos caças F/A-18E/F Super Hornet e EA/-18E Growler.

A notícia veio à tona após uma entrevista de Michael Hostetter, vice-presidente da Boeing Defense, Space and Security na Alemanha, ao periódico militar Janes. A possível compra alemã será positiva para a Boeing, após a suposta saída do Super Hornet da concorrência no Canadá, visto que o acordo oferecido não atenderia as demandas de Ottawa.

Em 2020 foi anunciado a compra de 34 unidades do Super Hornet e do Growler pela Alemanha, que planeja substituir sua antiga frota de caças Panavia Tornado, utilizado nas missões de combate e guerra eletrônica.

Ao todo devem ser trinta unidades do F/A-18 Super Hornet quinze unidades do EA-18 Growler, este último destinado a guerra eletrônica.

F/A-18 Super Hornet

Alemanha seria um dos poucos países a operar o Super Hornet no meio não naval | Foto: Boeing

Outro ponto discutido na compra dos Super Hornet é a possibilidade do emprego de armas nucleares táticas, sendo que o principal armamento a ser utilizado seriam as bombas B61. A arma tem capacidade de ataque de alta precisão e de baixa destruição, quando comparados com outros armamentos nucleares mais poderosos, sendo empregada especialmente contra alvos especiais, como bases, búnques e esquardas.

Além disso, o governo alemão planeja comprar mais noventa caças Eurofghter Typhoon, para completar a frota já existente na força aérea do país.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Por André Magalhães

Publicado em 28 de Novembro de 2021 às 09:30


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação f-18 super hornte ea-18 growler eua alemanha