Injeção de US$ 8 bilhões

Latam Airlines apresenta plano de reorganização da empresa

Companhia pretende sair do Capítulo 11 até março de 2022


Boeing 787 da Latam

Latam está sob recuperação judicial desde julho de 2020 | Foto: Divulgação

No fim da noite de sexta-feira (27), a Latam Airlines apresentou um plano de reorganização que descreve a forma para que o grupo saia do chamado Capítulo 11, um tipo de processo de recuperação judicial, em conformidade com as legislações dos Estados Unidos, onde o processo foi aberto, e do Chile, onde o grupo está sediado.

O plano é acompanhado por um Acordo de Apoio à Reestruturação (RSA, na sigla em inglês) com credores e alguns acionistas da companhia. Ele propõe a injeção de US$ 8,19 bilhões (R$ 45,9 bilhões) ao grupo por meio de uma combinação de capital novo, títulos conversíveis e dívida, que, segundo a Latam, permitirá ao grupo sair da recuperação judicial com a capitalização adequada para executar seu plano de negócios.

A audiência para aprovar a adequação da Declaração de Divulgação do Capítulo 11 e dos procedimentos de votação está prevista para ser realizada em janeiro, com um calendário específico que dependerá do judiciário norte-americano. Se aprovada, o grupo iniciará o processo de solicitação para buscar a aprovação do plano por parte dos credores, o que pode acontecer até março. “Apesar do nosso processo ainda não ter terminado, alcançamos um marco fundamental no caminho para um futuro financeiro mais sólido”, segundo o CEO da Latam Airlines, Roberto Alvo.

Em uma transmissão ao vivo para jornalistas, neste sábado (27), o diretor do grupo, Juan José Cueto Plaza, perguntado sobre a suposta compra da Latam pela Azul Linhas Aéreas, disse que a proposta foi considerada ‘incompleta’ pelos credores e posteriormente dispensada.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Marcel Cardoso

Publicado em 27 de Novembro de 2021 às 12:50


Notícias noticias noticias de aviação Latam Plano Recuperação Capítulo 11 Reorganização