Tudo organizado

Pilotos dos EUA enviam propostas sobre regras para voo acima da velocidade do som

Entidade que reúne aviadores quer criar normas que aumentem a segurança na operação entre aeronaves subsônicas e supersônicas compartilhando o mesmo espaço aéreo


A Aerion espera viabilizar o primeiro avião supersônico da aviação de negócios até o final da próxima década

Com iminência da retomada dos voos supersônicos civis, a Associação de Proprietários e Pilotos de Aeronaves (AOPA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, participa de forma ativa da proposta de regulamentação (NPRM) em estudo pela FAA, a agência norte-americana para aviação civil.

A AOPA pede que as autoridades considerarem questões como evitar autorizações de voo supersônicos em altitudes mais baixas para garantir uma integração segura dos novos voos as operações subsônicas.

LEIA TAMBÉM

Os pilotos afirmam que será necessário levar em consideração as características de esteira de turbulência dos aviões e os padrões de separação de tráfego aéreo, para que sejam identificados os impactos nos custos gerados pela maior separação e restrições ocasionadas por aeronaves supersônicas.

Boom espera realizar primeiro voo do modelo experimental até o próximo ano

Contudo, a preocupação maior é que aeronaves voando acima de 10.000 pés, em condições visuais (VFR), não tenham condições de ver e evitar aeronaves supersônicas que estejam cruzando a frente. A AOPA sugere que a FAA estude liberar velocidades supersônicas apenas acima do FL180 (18.000 pés), onde não devem impactar na operação, visto que a maior parte das aeronaves com capacidade para voar acima dessa altitude possuem performance e sistemas que permitem manter uma separação segura.

Além disso, a associação ainda apontou que será necessário ampliar os mínimos meteorológicos para voos acima de 10.000 pés, no espaço aéreo Classe E. A alegação é o tempo adicional necessário para ver e evitar aeronaves voando acima dos 250 nós.

A expectativa do setor é que os primeiros aviões supersônicos civis estejam operando no final da próxima década. A maior parte dos projetos são voltados para aviação de negócios, mas alguns projetos prometem retomar os voos comerciais regulares acima da velocidade do som.

ASSINE AERO MAGAZINE COM DESCONTO

Por Edmundo Ubiratan | Imagens: Divulgação

Publicado em 23 de Agosto de 2019 às 16:00


Notícias Aerions AS2 Boom Supersônico AOPA FAA velocidade do som