Confiança no futuro

O maior bimotor do mundo deverá estrear nas cores da Lufthansa em 2021

Empresa alemã confirma que receberá o 777-9 no próximo ano


Mesmo diante das incertezas geradas pela pandemia a Lufthansa mantém a confiança no futuro do novo avião

  • Faça parte do grupo de AERO Magazine no Telegram clicando aqui

A divulgação que a Lufthansa deverá receber seu primeiro Boeing 777-9 no próximo ano é um alento para o programa 777X, que enfrenta alguns atrasos e a falta de interesse do mercado. A empresa aérea alemã foi o primeiro cliente do modelo, quando encomendou vinte aeronaves, com opção de outras 14.

A Boeing enfrenta diversos desafios com o programa 777X, que além de registrar atrasos no cronograma inicial, não obteve o sucesso esperado no mercado. A Emirates Airline, maior cliente do modelo, converteu alguns pedidos para o 787-9, podendo realizar nova conversão, reduzindo ainda mais o interesse pelo novo Triple Seven.

LEIA TAMBÉM

Porém, a confirmação que a Lufthansa mantém os planos para o avião já para 2021, mesmo com as incertezas geradas pela pandemia, oferece confiança ao modelo. A companhia ainda deverá estrear a nova classe executiva no 777-9, oferecendo poltronas redesenhadas e novas arquitetura de cabine para os passageiros.

Ainda que seja um tradicional cliente da Boeing, desde meados dos anos 1990 a Lufthansa passou a priorizar a família Airbus, tendo nos 747-8 e 777F seu últimos pedidos junto ao fabricante norte-americano. O 777-9 será o primeiro modelo da família Triple Seven destinado ao transporte de passageiros operado pela alemã.

Nova classe executiva que será instalada nos 777-9 da Lufthansa oferece novo layout de cabine

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 14 de Julho de 2020 às 09:35


Notícias notícia de aviação aeronave avião Boeing 777 777X 777-9 Lufthansa Emirates classe executiva pandemia Airbus 747-8 777F