Novamente tentando ser parceiro

Índia poderá produzir localmente novos aviões russos

Acordo discute a possibilidade de criar uma joint-venture para montagem dos MC-21 e Il-114


Recentemente a Rússia realizou o primeiro voo do MC-21 equipado com os motores PD-14, desenvolvidos localmente

A Rússia poderá produzir seus dois principais aviões comerciais na Índia, visando ampliar a capacidade industrial e gerar novos mercados potenciais.

Após a completa reestruturação da sua indústria aeroespacial, Moscou continua buscando novos parceiros internacionais. Segundo o diretor de cooperação internacional e política regional da Rostec Corporation, Viktor Kladov, a produção do MC-21 (MS-21 no alfabeto latino) e o Il-114-300 poderão ocorrer na Índia.

De acordo com o executivo, o objetivo de produzir os dois aviões fora da Rússia visa ampliar a cooperação industrial com a Índia, o que inclui os serviços manutenção e montagem dos recém-lançados MC-21 e o avião turbo-hélice Il-114-300.

Por ora, o plano é enviar para um parceiro indiano os aviões em forma de kit, como é feito por exemplo pela Airbus, que envia os A320 para os Estados Unidos e China em seções pré-montadas.

"Oferecemos o desenvolvimento conjunto para nossos parceiros indianos em uma modificação russo-indiana, e organizaremos a produção na Índia caso haja uma promoção bem-sucedida no mercado indiano", disse Kladov a agência de notícias TASS.

Além de iniciar a produção conjunta de aeronaves, a cooperação poderá possibilitar a Índia ter em seu território centros de manutenção e reparo dos dois modelos, além da fabricação de peças, componentes estruturais e de reposição. Ainda é prevista a criação de centros de treinamento.

Para que a proposta saia do papel, a demanda por pedidos dos aviões determinará o sucesso do projeto futuro, visto que, os dois países estão discutindo alguns pontos diferentes de cooperação industrial.

No passado a Rússia ofereceu a possibilidade de os indianos participarem de forma ativa no programa PAK-FA, que deu origem ao atual Sukhoi Su-57. Porém, ambos os países não chegaram em um consenso final sobre as demandas do programa. Uma eventual parceria para o projeto MC-21 poderá abrir o sonhado mercado internacional para os russos, que buscam obter expressivas vendas no exterior para o modelo. A Índia também planeja um avião comercial próprio, mas esbarra em dificuldades técnicas e de demanda para justificar um projeto novo.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 2 de Fevereiro de 2021 às 18:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião Rostec MC-21 UAC Il-114 Irkut Ilyushin