Embraer com sotaque ianque


É bem verdade que os jatos de negócios da Embraer não podem ser considerados totalmente brasileiros, mas, ao menos, eram produzidos no país. Parte disso irá mudar a partir de 2016, quando a companhia irá transferir a produção de sua família de jatos Phenom para os Estados Unidos. A medida pode afetar o emprego de cerca de 1,2 mil funcionários da fábrica da companhia na cidade paulista de São José dos Campos. A decisão da empresa comandada pelo presidente Frederico Curado, no entanto, agradou parte do mercado. Os papéis negociados pela empresa na Bovespa subiram 4% desde o anúncio, em 12 de maio, até o fechamento da quinta-feira 28 de maio. “A mudança vai ajudar, e muito, a venda de jatos para os mercados americano e europeu”, afirma Jorge Leal Medeiros, especialista em transporte aéreo e professor da Universidade de São Paulo.

Por André Jankavski

Publicado em 11 de Junho de 2015 às 00:00


Aeroinvest Embraer jatos de negócios Phenom transferir produção Estados Unidos

Artigo publicado nesta revista