Após quase dois anos de operações

E-Jet E2 da Embraer recebe sinal verde para operar na Ponte Aérea

Modelo foi certificado pela Anac para operar em Congonhas e no Santos Dumont


Embraer E195-E2

Primeiro voo comercial com o E2 no Brasil foi em outubro de 2019

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) concedeu certificação para que o Embraer E2 possa operar nos aeroportos de Congonhas (CGH), em São Paulo, e Santos Dumont (SDU), no Rio de Janeiro.

Com isso, o E2 poderá operar na Ponte Aérea Rio-São Paulo, a ligação aérea mais movimentada entre as duas maiores capitais brasileiras, conectando os dois terminais, além de permitir demais voos domésticos a partir de cada um deles.

Em junho de 2020, o órgão havia feito o mesmo procedimento com o Airbus A320neo, para o SDU, e, em julho deste ano, foi concedida a homologação RNP-AR 0.1, permitindo procedimentos de aproximação no aeroporto carioca em condições climáticas desfavoráveis, o que está pendente no E2.

A Azul Linhas Aéreas é a única companhia aérea que opera o novo modelo da Embraer no país.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

 

Marcel Cardoso

Publicado em 4 de Agosto de 2021 às 17:50


Notícias noticias noticias de aviação Embraer E2 Santos Dumont Congonhas Certificação Anac