Eterno problema

Boeing está sendo investigada por falhas na linha de montagem do 737 MAX

Detritos abandonados dentro dos aviões se tornaram mais uma fonte de problemas para o fabricante


A Boeing está enfrentando mais uma investigação nos Estados Unidos, agora após a descoberta de objetos estranhos (FOD) em diversas aeronaves da família 737 MAX. O comitê analisa os procedimentos de produção do fabricante norte-americano após terem sido encontrados objetos estranhos nos tanques de combustível e em outros espaços internos.

Segundo os investigadores foram encontrados ferramentas, panos e outros materiais que foram deixados para trás pelos trabalhadores durante o processo de produção e montagem. O problema foi revelado em fevereiro, mas agora se tornou uma ação judicial, visto o risco que tais procedimentos representam a segurança de voo.

LEIA TAMBÉM

Por conta da gravidade encontrada os investigadores avaliar junto a Boeing as regras e procedimentos obrigatórios durante a produção, já que os casos de FOD foram descobertos em aproximadamente metade das aeronaves inspecionadas. Em uma análise estatística isso representa que ao menos 400 aviões da família 737 MAX podem ter problemas do tipo, ainda que o número total não tenha sido confirmado.

Segundo fontes próximas ao assunto, a FAA irá adotar ações que podem resultar em mais uma multa milionária contra a Boeing. A agencia federal também irá criar novas medidas para que o governo dos Estados Unidos possa acompanhar mais de perto as inspeções nas linhas de montagem, ação que deverá ocorrer antes que o 737 MAX retorne a linha de produção, algo previsto para os próximos meses.

Na ocasião que o caso foi levado a público a Boeing anunciou que estava aprimorando os procedimentos através de uma série de treinamentos adicionais aos seus funcionários e atualização nas auditorias responsáveis pela qualidade final dos aviões.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 29 de Abril de 2020 às 17:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Boeing 737 MAX 737 MAX acidente aéreo FAA FOD