Troca de acusações

Presidente da Embraer comenta em vídeo o fim da joint venture com a Boeing

Executivo afirma que acordo ‘terminou indevidamente' e que continuará trabalhando para manter liderança no segmento com menos de 150 assentos


Em vídeo enviado aos funcionários, o CEO da Embraer, Francisco Gomes Neto, comenta fim do acordo com a Boeing e expõe a realidade da companhia após o fabricante norte-americano desistir da joint venture.

Embraer poderá buscar compensação financeira após cancelamento do acordo. Em contrato a Boeing está obrigada a pagar US$ 100 milhões caso as aprovações antitruste não forem garantidas. Todavia, o fabricante acredita que a taxa de rescisão se aplique neste caso.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 25 de Abril de 2020 às 14:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Boeing Embraer E-Jet E-Jet E2 737 MAX 737 MAX 7