Testagem negativa continua obrigatória

Argentina vai reabrir suas fronteiras para estrangeiros

Governo anunciou flexibilização das medidas sanitárias no país


Boeing 737 MAX da Aerolineas Argentinas

Ainda será necessário fazer testes antes do embarque e durante o desembarque - Foto: Martín Romero

O Ministério da Saúde argentino fará uma nova etapa de flexibilização das medidas sanitárias no país. O anúncio foi feito em uma coletiva de imprensa, na terça-feira (21).

A partir do próximo dia 24, a quarentena deixará de ser obrigatória para quem chegar na Argentina a trabalho. Em 1.º de outubro, a medida será estendida a todos os estrangeiros de países vizinhos, inclusive o Brasil, além do início da extensão da cota de passageiros. Em novembro, será a vez de turistas de outras nações receberem o benefício.

Para a livre entrada em território argentino, será necessária a apresentação de comprovante de vacinação completa contra a covid-19, além de fazer três testes: um PCR antes do embarque, um antígeno no desembarque e um terceiro, sete dias depois, caso contrário, o passageiro terá de cumprir isolamento.

Quando o número de vacinados atingir 50%, dois dos três testes não serão mais obrigatórios e as cotas serão dispensadas. Atualmente, 43% dos argentinos receberam todas as doses.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

 

Marcel Cardoso

Publicado em 21 de Setembro de 2021 às 12:55


Notícias noticias noticias de aviação Argentina Medidas Sanitárias Flexibilização Covid Teste