AERO Magazine
Busca

Sinal amarelo para a aviação geral

Revendedores estão reduzindo as formas de pagamento para abastecer aviões

Flexibilização adotada para facilitar pagamento de abastecimento de aviões pode estar com os dias contados


Aeroportos podem deixar de aceitar cartão de crédito para o reabastecimento de aviões - Divulgação
Aeroportos podem deixar de aceitar cartão de crédito para o reabastecimento de aviões - Divulgação

O setor aéreo, um dos mais afetados pela pandemia de covid-19, também exigiu adaptações quanto às formas de pagamento de diversos serviços, principalmente para minimizar o risco de contaminações, por conta do manuseio de cédulas ou de cartões físicos.

Na última terça-feira (19), um comunicado circulou em grupos especializados, em especial no WhatsApp, afirmando que a partir do dia 1º de maio o pagamento pelo abastecimento de aeronaves, em dois dos principais aeroportos do Ceará, seria apenas em espécie, através de PIX ou transferência bancária. Assim, as distribuidoras deixariam de aceitar cartões, boletos ou faturamentos, o que poderia, supostamente, inviabilizar a operação da aviação geral nestes terminais.

A equipe de AERO Magazine entrou em contato com os revendedores de combustíveis dos aeroportos que atuam através da Vibra Energia/BR Aviation em todos o país. Questionamos eventuais mudanças nas formas de pagamentos disponibilizados aos operadores. 

A JW Saraiva Aviation, que atua em quatro aeroportos da Região Nordeste, informou que irá retomar os meios de pagamento adotados antes de março de 2020 (no pré-pandemia), aceitando transferência bancária, o dinheiro em espécie ou boletos com prazo de sete a 20 dias. A única mudança foi aceitar agora a modalidade de pagamento por PIX. Quanto ao uso do cartão de débito e crédito, o meio será suspenso por 60 dias, por questões internas. A empresa informou que essas modalidades são as mais usuais dentro de seu modelo de negócio e ficam alinhadas à sua política de negócios. 

A Pioneiro Combustíveis, que atua em 15 aeroportos das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, afirmou que sempre disponibilizou um amplo leque de pagamentos. Com relação a prazo de recebimento do cartão, afirmou que o procedimento referente as negociações contratuais com a adquirente (máquina de cartão), recebendo um dia após a operação, sem o chamado custo de antecipação, ou seja, sem arcar com os custos de receber os valores antes do prazo padrão estabelecido pelas administradoras dos cartões.

Os demais revendedores de combustíveis não responderam aos nossos questionamentos. O espaço continua aberto para eventuais atualizações.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Banner Promocional

Marcel Cardoso
Publicado em 26/04/2022, às 14h45


Mais Notícias