Agora é pra valer

Primeiros pilotos brasileiros do Gripen iniciam curso na Suécia

Aviadores vão compor o grupo inicial que vai dar início as operações do novo caça no Brasil


Gripen E da FAB

Expectativa da Força Aérea Brasileira é receber o primeiro Gripen E em outubro

Na semana passada os quatro primeiros pilotos brasileiros começaram a formação operacional no Gripen. Os militares do Primeiro Grupo de Defesa Aérea (1º GDA) - Esquadrão Jaguar, estão em Såtenäs, na Suécia, onde está situada a escola de formação dos pilotos do JAS-39 Gripen.

A escola localizada na F7 Wing, base da Força Aérea Sueca, será responsável por formar os primeiros dez pilotos da Força Aérea Brasileira ao longo de 2021. O procedimento dará continuidade a obtenção de capacidade necessária para o início das operações do avião no Brasil.

Após a formatura do grupo inicial, a FAB pretende ter no Brasil uma escola própria, que permitirá a continuidade da instrução aérea para os novos aviadores.

Os futuros pilotos do Gripen vão iniciar o curso no Treinamento de Conversão, passando na sequência para Treinamento de Prontidão para Combate, permitindo assim ter o conhecimento básico de como operar os caças no Brasil.

Os primeiros quatro pilotos do 1ºGDA estão na Suécia para curso intensivo do Gripen E/F

“Esse momento é de suma importância não apenas para nossos quatro oficiais aviadores, mas para toda uma equipe que trabalhou e ainda trabalha na capacitação de nossos profissionais e na implementação da infraestrutura necessária para o recebimento dos novos aviões F-39E Gripen”, disse Gustavo Pestana Garcez, coronel aviador e comandante da Ala 2.

O curso será ministrado nos atuais JAS-39 C/D da Força Aérea Sueca, que embora sejam de uma geração anterior, tem uma doutrina e desempenho de voos similares aos novos Gripen. Após a capacitação, os dez pulotos retornarão para o 1° GDA, situado em Anápolis, no interior de Goiás, para apoiar à implantação operacional do F-39 Gripen, quando serão entregues os primeiros aviões a partir de outubro desse ano.

“O início do curso significa mais um passo importante no processo de implantação. A aeronave está cada vez mais próxima da atividade-fim da Força: o emprego operacional”, explicou Vítor Cabral Bombonato, major aviador.

O Comandante do 1° GDA, Tenente-Coronel Aviador Leandro Vinicius Coelho, destaca que o início da formação operacional de pilotos de F-39 Gripen é um marco importante e decisivo no processo de implantação dessa aeronave na FAB. "Esses pilotos de caça foram previamente selecionados e preparados para este momento. Estão prontos para iniciarem o curso e, certamente, irão representar bem o nosso País e a Força Aérea Brasileira nesta nobre missão", disse.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 25 de Janeiro de 2021 às 17:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião Saab Gripen Gripen E F-39E FAB Aeronáutica caça Brasília GDA