Maior participação brasileira

Novo caça brasileiro: Saab inicia produção do Gripen de dois lugares

Primeiro corte de metal destinado ao Gripen F foi realizado na Suécia


Brasil possui um pedido para oito Gripen F e Saab negocia aeronave também com a Finlândia

O primeiro Gripen biposto (dois lugares) iniciou seu processo de construção com o corte do primeiro segmento de metal. O modelo designado como Gripen F está sendo desenvolvido para a FAB, que será o primeiro cliente do modelo, e compartilha o mesmo design básico do Gripen E.

A primeira peça foi fabricada recentemente nas instalações da Saab, em Linköping, Suécia, e será usada na seção de dutos de ar, localizada logo atrás do cockpit da aeronave. O Gripen F utiliza a mesma estrutura do modelo monoposto, contando com uma fuselagem alongada, capaz de acomodar mais com um assento, displays e controles para um segundo piloto. O Gripen F tem tanto um modo de treinamento quanto e um modo onde os dois pilotos dividem o trabalho com duas diferentes configurações do display. Esta segunda versão pode ser empregada em guerra eletrônica e missões de controle avançado.

LEIA TAMBÉM

Primeira peça de metal destinada ao Gripen F é usinada nas instalações da Saab na Suécia 

“Esse é um marco importante para o projeto Gripen, pois demonstra que a fase de desenvolvimento está acontecendo adequadamente. Isso sinaliza o início da produção da aeronave de dois lugares, o Gripen F, muito aguardado pela Força Aérea Brasileira”, diz o coronel Renato Leite da FAB e chefe do Grupo de Acompanhamento e Controle da Saab (GAC-Saab).

O Programa Gripen F é o modelo com maior participação da indústria brasileira, envolvendo a Embraer, AEL Sistemas, Akaer e Atech. Atualmente, cerca de 400 engenheiros estão trabalhando no desenvolvimento do Gripen F, principalmente no Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen, localizado nas instalações da Embraer em Gavião Peixoto, interior de São Paulo. Todavia, a fabricação ocorrerá na Suécia e no Brasil.

“Este foi um trabalho de equipe onde tivemos muitas pessoas dedicadas, tanto na Suécia como no Brasil, construindo o caminho para este importante marco da nova versão do Gripen”, diz Jonas Hjelm, head da Saab Aeronautics.

O Brasil encomendou 28 unidades do Gripen E, que serão entregues no Brasil a partir de 2021, e oito Gripen F, com entregas previstas para ocorrer partir de 2023. A Saab também participa com o Gripen F da concorrência do governo da Finlândia para o programa HX de substituição de caças que está em andamento.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 28 de Março de 2020 às 00:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Saab Gripen Finlândia HX programa Programa F-X2 FAB Gripen NG Gripen E Gripen F