Pedido de socorro em meio a pandemia

Crise de saúde na Itália muda planos para venda da Piaggio Aero

Fabricante ampliou em um mês prazo para interessados apresentarem proposta de compra


Mesmo em dificuldades empresa acumula carteira de pedidos de 450 milhões de euros

A italiana Piaggio Aero estendeu o prazo para receber propostas de grupos interessados em adquirir seus negócios na aviação. A empresa que enfrenta sérias dificuldades financeiras negocia a venda da Piaggio Aero Industries e a sua subsidiária Piaggio Aviation.

A fabricante italiana do turbo-hélice Avanti Evo prorrogou para o dia 4 de maio o limite para envio de propostas. A mudança no cronograma é um dos reflexos da pandemia de COVID-19, que afetou especialmente a Itália, sede da companhia.

LEIA TAMBÉM

As duas empresas que estão à venda operam sob a marca Piaggio Aerospace e se encontram sob administração extraordinária após declarar falência em novembro de 2018, passando por um processo de reestruturação de um ano.

A Piaggio Aerospace e sua subsidiária americana Piaggio America, atuam nos segmentos de aviação e motores, com a primeira sendo responsável por projetos, construção e manutenção de aeronaves civis e militares, enquanto a segunda empresa atua somente na motorização aeronáutica.

Atualmente a Paggio Aerospace afirma possuir cerca de 450 milhões de euros em pedidos.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 26 de Março de 2020 às 13:30


Notícias notícia de aviação aeronave avião piaggio covid-19 coronavirus Avanti Evo