Aviação e saúde juntas

Embraer cria tecnologias para combate ao COVID-19

Soluções empregadas na indústria aeronáutica estão sendo integradas a projetos hospitalares


A Embraer está se unindo a empresas e centros de pesquisas no país para colaborar com tecnologias que possam aumentar a disponibilidade de equipamentos e soluções para o combate ao COVID-19 no Brasil.

O fabricante brasileiro desenvolveu uma série de medidas em conjunto com sua cadeia de fornecedores, englobam a fabricação de peças para a indústria de ventiladores e respiradores. A Embraer trabalha na capacitação para substituir componentes importados para ventiladores, o desenvolvimento de sistemas de filtros de alta eficiência para transformação de leitos regulares em tratamento intensivo, e estudos para o desenvolvimento de respiradores simples, robustos e portáteis visando a rápida implementação e disponibilidade.

LEIA TAMBÉM

Em nota a Embraer afirma que um grupo de trabalho está conduzido iniciativas em apoio a uma fábrica nacional de respiradores, com previsão de início de produção das peças a partir da próxima semana. A iniciativa poderá atender ao aumento emergencial da demanda por esses equipamentos. Atualmente já foram concluídas as análises técnicas e de capacidade produtiva para o atendimento das necessidades identificadas.

Em parceria com o hospital Albert Einstein, em São Paulo, a Embraer está propondo também o fornecimento de apoio técnico para o desenvolvimento de sistemas de exaustão para controle biológico, que pode converter leitos regulares em áreas de tratamento intensivo. Por meio da tecnologia de filtros de alta eficiência de absorção de partículas de ar, já existentes nos sistemas de ar condicionados das aeronaves, o objetivo é levar esta solução para os hospitais que precisam deste tipo de solução de forma imediata.

A Embraer também possui uma segunda frente, está dedicada à análise de fabricação de válvulas de controle e sensores de fluxo que permitam ampliar a capacidade de produção de outra indústria nacional de respiradores, além da adaptação de um modelo de respirador para uso no combate ao COVID-19.

O fabricante brasileiro espera agregar uma série de soluções inovadoras ao sistema de saúde, utilizando projetos e tecnologias do sertor aeroespacial diante da necessidade de resultado efetivo e de curto prazo da saúde pública, em um cenário sem precedente em todo o mundo.

Da redação

Publicado em 25 de Março de 2020 às 18:22


Notícias notícia de aviação aeronave avião Embraer covid-19 coronavirus hospital Albert Einstein