Ataque virtual e dano real

Nove milhões de clientes tiveram dados expostos em ataque a EasyJet

Ciberataque foi um dos mais sofisticados já feitos contra uma empresa aérea


Ataque ao sistema da EasyJet foi considerado altamente sofisticado

A companhia aérea britânica EasyJet comunicou ter sido alvo de um ciberataque que expôs informações pessoais de nove milhões de passageiros. A ação permitiu aos criminosos terem acesso a informações sensíveis de milhares de clientes, como dados de cartões de crédito, contatos de e-mail, telefone e detalhes de viagens realizadas e reservadas.

Ainda que os dados de cartão de crédito de ‘apenas’ 2.208 clientes da empresa tenham sido expostos, o caso foi considerado um dos mais graves entre os ataques que tiveram como alvo companhias aéreas.

LEIA TAMBÉM

De acordo com a EasyJet a invasão foi altamente sofisticada, envolvendo possivelmente cibercriminosos com conhecimento extremamente elevado em segurança de redes. A empresa afirma que o ataque foi tão complexo que demorou algum tempo para sua equipe de segurança entender o escopo do ataque e identificar quem havia sido impactado.

A companhia aérea ainda está confirmando os dados vazados e entrando em contato com os clientes afetados. “Qualquer passageiro afetado deve ficar alerta e cauteloso ao responder mensagens e emails não solicitados, pois é provável que os cibercriminosos enviem mensagens de phishing com ofertas tentadoras, que são, na realidade, boas demais para serem verdade”, alerta David Emm, analista de segurança da Kaspersky.

A invasão mesmo restrita aos sistemas da EasyJet expõe os riscos de segurança virtual em um mundo cada vez mais dependente de transações online. Muitas vezes por falhas dos próprios usuários, que não ficam atentos a segurança ao realizarem compras em lojas eletrônicas. "Aconselhamos a usarem senhas únicas e complexas em suas contas online, bem como a autenticação de dois fatores, sempre que for possível, nos diferentes serviços online", completa Emm.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 21 de Maio de 2020 às 14:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião ciberataque hacker EasyJet cartão de crédito antivírus Kaspersky