Renascimento russo

Russo MC-21 conclui teste em condições de frio extremo

Avaliação é um dos requisitos básicos para a certificação do avião no mundo


MC-21-300 em voo

MC-21 espera rivalizar no mercado mundial com os 737 MAX e A320neo

O futuro avião comercial russo MC-21 (MS-21, no alfabeto latino) concluiu com sucesso a certificação em condições naturais de gelo, fase fundamental para a certificação do modelo.

Os testes ocorreram na última quinta-feira (08) quando a aeronave decolou do aeroporto de Arkhangelsk, ao norte da Rússia, para dar procedimento nos testes de frio extremo, avaliando os requisitos operacionais em baixa temperatura e elevada umidade.

O teste climas extremos é vital durante a campanha certificação de uma aeronave para avaliar se alguma parte externa do avião pode ser danificada com a variação de dilatação de componentes, bem como analisar se todos sistemas continuam funcionando adequadamente em situações adversas.

A Irkut utilizou doze câmeras externas para avaliar a formação de camadas de gelo em pontos vitais da aeronave, que segundo as regras de certificação, deve manter a sua capacidade operacional e de desempenho com uma camada de gelo de 7,6 cm de espessura. Apenas após atingir o mínimo de congelamento é que o sistema antigelo entra em ação para garantir o seu nível de segurança em relação à estabilidade aerodinâmica e controlabilidade.

Após o voo de testes, a Irkut, fabricante MC-21-300 confirmou que o modelo está em conformidade aos padrões de aviação da Rússia. O ensaio ainda avaliou outros sistemas envolvendo iluminação externa, comunicação, acionamento do trem de pouso e o comportamento de fluidos durante a realização do voo.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 13 de Abril de 2021 às 10:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação MC-21 Irkut Rússia Rostec UAC Boeing Airbus A320neo 737 MAX