Efeito coronavírus

Malha aérea da Voepass se aproxima de 74% da existente antes da pandemia

Novas frequências ampliam número de destinos, mas demanda ainda é a menor em duas décadas


No final de outubro a malha aérea da Voepass deverá atingir 74% da existente na fase pré-pandemia

Receba as notícias de AERO diretamente no TelegramWhatsApp e Instagram

A Voepass Linhas Aéreas confirmou a ampliação de sua malha aérea entre o final de setembro e outubro, com o anúncio de três novos destinos partindo do aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Até o final do próximo mês a empresa terá 35 destinos regulares, retomando a maior parte da programação existente antes da pandemia.

A partir do dia 25 de setembro a empresa terá voos para Salvador, seguido de frequências para Campo Grande a partir do dia 13 de outubro e em Foz do Iguaçu, com início previsto para o dia 25 de outubro.

Além dos novos destinos, as cidades de Três Lagoas-MS, Ponta Grossa-PR, Goiânia-GO, Uberlândia-MG, Brasília-DF, Ribeirão Preto-SP e Rio de Janeiro passam a contar com mais frequências de voos.

"Com este incremento das operações chegaremos a 35 destinos até o final de outubro, o que corresponde a mais de 74% das 47 cidades já atendidas, mas ainda continuamos longe do volume de operações pré-pandemia, pois as frequências estão reduzidas”, destaca Eduardo Busch, CEO da Voepass.

Um dos entraves do setor aéreo ainda é a baixa demanda, que atingiu no Brasil números próximos dos anos 2000, com a maior retração registrada em toda a história da aviação mundial. “Estamos enfrentando a maior crise da história da aviação mundial, as dificuldades são imensas, mas acreditamos na retomada da economia do País”, explicou Busch.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 21 de Setembro de 2020 às 09:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião ATR ATR 72 Voepass Azul Congonhas Salvador Campo Grande Foz do Iguaçu Rio de Janeiro pandemia