Efeito coronavírus

Mais de 4 mil funcionários serão desligados da Singapore Airlines

Impacto da pandemia foi devastador em uma das empresas aéreas mais sólidas do mundo


Singapore Airlines está entre as empresas mais afetadas pela pandemia de covid-19

Receba as notícias de AERO diretamente no TelegramWhatsApp e Instagram

Após ser impactada pela pandemia de covid-19, a Singapore Airlines Group anunciou que deverá cortar até 4.300 posições de empregos. A decisão ocorreu depois que a empresa realizou um programa de demissão voluntária e suspendeu novas contratações previstas para 2020.

A Singapore prevê que suas operações devem ficar 50% abaixo da média de 2019 nos próximos meses, com uma retomada no tráfego de passageiros ocorrendo apenas em meados de 2024.

A decisão de cortar parte do efetivo tem objetivo de preservar a capacidade de caixa da companhia, que está entre as mais afetadas pela quase suspensão completa dos voos internacionais, especialmente na região da Ásia.

Em nota a Singapore afirma que o corte foi relativamente menor graças ao congelamento das novas contratações, suspensas já em março, seguido do plano de demissão voluntária e a oferta de aposentadoria antecipada para pilotos e pessoal de terra. A medida permitiu cortar de forma menos dramática aproximadamente 1.900 postos de trabalho até setembro.

A companhia está agora trabalhando em colaboração com os sindicatos de Singapura o modelo de corte, para poder dispensar os funcionários previstos até o final do ano. Um dos objetivos é evitar a ansiedade e incertezas gerada nos funcionários durante o processo, o que tende a afetar todo o grupo de trabalhadores.

“Quando a batalha contra a covid-19 começou no início deste ano, nenhum de nós poderia ter previsto seu impacto devastador na indústria de aviação global”, comentou Goh Choon Phong, CEO da Singapore Airlines. “Desde o início nossa prioridade era garantir nossa sobrevivência [da empresa] e salvar o máximo de empregos possível”.

A Singapore considera que as próximas semanas, enquanto estiver dentro do processo de enxugamento do quadro de funcionários, serão as mais difíceis na história do grupo, que é considerado um dos mais eficientes e admirados do mundo.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 11 de Setembro de 2020 às 14:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Airbus A380 Singapore Airlines pandemia transporte aéreo