Revés

Justiça dos EUA rejeita proposta de recuperação da Latam Airlines

Oferta para converter parte do empréstimo de US$ 2,4 bilhões em capital foi considerado inadequado pela corte


Oferta da Latam para converter empréstimo em capital foi descartada pela justiça dos Estados Unidos

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

O plano de financiamento apresentado pela Latam Airlines foi rejeitado por um juiz de falências dos Estados Unidos, que viu na proposta um tratamento inadequado para os demais acionistas.

A empresa sul-americana, com sede no Chile, esperava converter parte do empréstimo de US$ 2,4 bilhões em capital, mas a oferta foi considerada ilegítima para a corte norte-americana. A negativa representa um forte revés para a empresa que busca liquidez de curto prazo.

A proposta apresentada previa um empréstimo de US$ 1,3 bilhão da Oaktree Capital Management, empresa de gerenciamento de ativos e um crédito conversível de US$ 900 milhões aportados por diversos acionistas da própria Latam, em especial a família Cueto, que controla o grupo, e da Qatar Airways. A empresa árabe já havia proposto a realizar um empréstimo emergencial para a Latam em meados de junho.

O maior entrave no plano da Latam é a situação dos demais credores, que inclusive chegaram a estruturar de forma independente um plano de financiamento junto ao banco de investimento Jefferies Group.

Para o juiz, a principal contestação é sobre a propriedade do empréstimo conversível, mas ainda assim, a decisão oficial deverá oferecer uma nova oportunidade de negociação, mas sem a possibilidade de converter parte do empréstimo em capital.

A Latam foi duramente afetada pela pandemia de covid-19, agravando a situação do grupo. O pedido de concordata foi realizado em maio, na ocasião tornando a empresa a maior do setor aéreo no mundo a entrar com um pedido de reestruturação nos Estados Unidos.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 10 de Setembro de 2020 às 21:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Latam Latam Brasil EUA concordata Chapter 11 covid-19 coronavirus Qatar Cueto