Desempenho aperfeiçoado

HondaJet modificado bate recorde de desempenho

Aeronave recebeu pacote de melhorias que o tornam equivalente a versão Elite


HondaJet recebeu pacote de melhorias que o tornam equivalente a versão mais recente do HondaJet Elite

A Cutter Aviation bateu um novo recorde com um HondaJet equipado com o pacote APMG (Aircraft Performance Modification Group), que permite aos primeiros modelos do jato nipônico ter um desempenho semelhante aos atuais HondaJet Elite.

Mapa com rota percorrida ida-e-volta

A aeronave partiu do aeroporto Phoenix Sky Harbor, no Arizona, às 11h58 (horário local) e aterrissou em Kelowna, no Canadá às 15h37 (horário local). O jato de negócios pessoal retornou para a sua base no Arizona às 18h54 (local), perfazendo a viagem de ida e volta (2.437 nm) em apenas 6 horas e 56 minutos, além do tempo usado para o seu reabastecimento (38 minutos).

LEIA TAMBÉM

A operadora norte-americana possui em sua frota de jatos de negócios, sete HondaJets, sendo cinco exclusivos para fretamento. A Cutter Aviation ainda e funciona como centro de serviço autorizado da HondaJet, fornecendo instalação e atualização do pacote APMG.

O pacote inclui modificações na extensão horizontal do estabilizador, remoção de geradores de vórtice na asa e cauda da aeronave, instalação de software de aviônicos Garmin G3000 e melhorias no aileron.

Com as atualizações a aeronave tem reduzido em 135 metros o comprimento de pista para decolagem, passando exigir apenas 1.060 m, além de praticamente dobrar a capacidade de bagagem, com o MTOW aumentado para 10.700 libras (4.853 kg) e alcance estendido para 1.437 nm.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 14 de Maio de 2020 às 09:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião HondaJet Honda Aircraft APMG Cutter Aviation