Aviação Geral

Glassair lança avião com motor diesel

Uso de motores ciclo diesel pode impulsionar aviação leve


O uso de motores ciclo diesel para aviões não é novidade, tendo alguns poucos casos de sucesso, sem conseguir se estabelecer como alternativa a gasolina, que até recentemente tinha um valor competitivo que ainda garantia seu domínio na aviação. Contudo, esse cenário tem mudado nos últimos anos. O Diamond DA42 em algumas versões utiliza motores turbo diesel, alimentados por QAv, da mesma forma que o Cessna Turbo Skylane JT-A.

A Uma publicação especializada de junho passado revelou que a pequena Glassair estava fabricando uma versão do Sportsman equipado com motor diesel Technify de 2.0 litros. O primeiro exemplar recentemente efetuou seu roll-out de fábrica, após completar com sucesso o programa Duas Semanas para Taxiar (TWTT na sigla em inglês).

O TWTT tem lugar no centro de montagem do cliente da Glassair, em Arlington, Washigton, e permite ao construtor montar o Sportsman em duas semanas, aprendendo ainda sobre os diversos sistemas e componentes da aeronave. A pequena fabricante possui sede nos EUA, embora seja formada por capital chinês.

O uso de motores ciclo diesel nas aeronaves da categoria LSA podem impulsionar o mercado devido seus menores custos de manutenção e de operação. A chegada do Sportman pode ajudar a popularizar esses motores num dos ramos da aviação mais sensíveis a custos relacionados a combustível.

Ernesto Klotzel

Publicado em 19 de Maio de 2015 às 15:00


Notícias Glassair Cessna Skylane JT-A Diamond DA42 LSA