Testes em alto mar

Futuro drone da Marinha dos EUA vai iniciar testes em porta-aviões

Aeronave não tripulada tem capaciade de realizar reabastecimento em voo


A capacidade operacional inicial do MQ-25 Stingray está prevista para 2025 | Foto: Marinha dos EUA / Sam Jenkins

O veículo aéreo não tripulado (UAV) MQ 25 Stingary foi colocado no porta-aviões USS George H.W. Bush (CVN-77) para dar continuidade aos testes com a aeronave.

A operação de transporte e colocação do UAV no navio da marinha norte-americana aconteceu nesta semana.

É esperado que o Stingray realize testes no convés do porta-aviões, finalizando a uma grande lista de marcos já realizada pela aeronave não tripulada. A marinha dos Estados Unidos pretende operar uma forta de 75 unidades da aeronave não tripulada.

O MQ-25 Stingray tem a capacidade realizar reabastecimentos em voo, missões de inteligência, vigilância e reconhecimento.

No dia sete de julho de 2021, o Stingray realizou o primeiro reabastecimento ar-ar em uma aeronave tripulada, no caso, um caça F/A-18F Super Hornet.

O drone também realizou reabastecimento em um caça F-35C Lightning II e em um avião radar E-2D Advanced Hawkeye.

Além de reabastecimento, o MQ-25 Stingary pode realizar missões de reconhecimento  | Foto:  Marinha dos EUA

 

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Por André Magalhães

Publicado em 3 de Dezembro de 2021 às 12:40


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação mq25 stingray marinha dos eua boeing uav