Crescimento global foi de 15,1% no mundo

Entrega total de jatos de negócios e aeronaves a pistão cresceu em 2019

América Latina continua entre as regiões com maior participação no segmento de aviação geral


Entregas total de jatos de negócios cresceu 15,1% no mundo em 2019

A Associação de Fabricantes da Aviação Geral (GAMA, na sigla em inglês) apresentou os resultados das vendas de aeronaves de negócios e da aviação leve ao longo de 2019. O setor acumulou entregas que atingiram US$ 26,8 bilhões, com um aumento em comparação ao ano anterior, com US$ 24,3 bilhões.

O maior crescimento foi registrado entre as aeronaves a pistão que teve alta de 16,4% em 2019, quando comparado ao número de entregas de 2018. Ainda assim, o total de jatos entregues foi o mais alto desde 2009. Todavia, as entregas de turboélices e helicópteros diminuíram ao longo do ano.

LEIA TAMBÉM

“Os números do final de ano de 2019 revelam que, de maneira geral, a indústria de aviação geral é vibrante, apesar de estarmos enfrentando ventos contrários no setor de aeronaves [de asas] rotativas”, comentou Pete Bunce, presidente e CEO do GAMA. “É ótimo ver dois de nossos setores de asas fixas: aeronaves a pistão e jatos, atingindo [resultado] máximos em décadas”.

O mercado de aviões a pistão continua basicamente concentrado na América do Norte, que representa 66,4% do total de entregas em 2019, seguido pela região da Ásia-Pacífico, com 12,8%. A expansão da economia em especial no sudeste asiático tem impulsionado a procura por aeronaves leves, muitas utilizadas como forma de permitir que cidades de pequeno porte sejam atendidas por empresários e investidores.

No segmento de turbo-hélices a América Latina manteve a segunda colocação, com 16,8% das entregas, perdendo apenas para a América do Norte, tradicional líder que detém ainda mais da metade do mercado, com 50,3% do volume de entregas. A região ainda é líder entre os jatos, com 67,1% das entregas. Enquanto a Europa manteve a segunda colocação com 14,3%.

Segmento

2018

2019

Margem

Aeronaves a pistão

1,137

1,324

+16.4%

Turbo-hélices

592

525

-11.3%

Aeronaves a jato

703

809

+15.1

Total de aeronaves

2,432

2,658

+9.3

Valor total (em bilhão)

US$ 20.6

US$ 23.5

+14.3%

Helicópteros a pistão

281

179

-36.3%

Helicópteros a turbina

698

640

-8.3%

Total de helicópteros

979

819

-16.3%

Valor total (em bilhão)

$3.7B

$3.3B

-11.9%

 

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 20 de Fevereiro de 2020 às 14:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Gulfstream Bombardier Embraer Dassault Daher HondaJet Bell Airbus Helicopters Leonardo jatinho