Quem é Max?

Empresa encomenda novos 737 e Boeing evita citar a marca MAX

Anuncio de um pedido firme é vista como a primeira redenção do modelo, mas que poderá mudar de nome


Encomenda da Enter Air é a primeira notícia positiva para a família 737 MAX 

  • Faça parte do grupo de AERO Magazine no Telegram clicando aqui

A Boeing formalizou um pedido firme para dois 737 MAX 8, com a polonesa Enter Air, mas curiosamente não mencionou o nome dos aviões em seu comunicado de imprensa. O fabricante pode estar dando pistas de que vai seguir a previsão de analistas, ao retirar a marca MAX do mercado.

O comunicado afirmava que a companhia acabava de adquirir dois jatos 737-8 e se mostrava empolgada com o compromisso em expandir o seu compromisso com o modelo. Ainda que a nomenclatura MAX seja apenas um nome comercial, a imagem ficou bastante comprometida após dois acidentes e a proibição de voar, que completa mais de um ano e meio.

A Enter Air é uma companhia aérea focada em voos charter, sediada em Varsóvia, sendo maior do segmento na Polônia. Atualmente a empresa conta com 22 aviões 737 Next-Generation e dois 737 MAX 8, mas com planos de aumentar a frota do novo modelo para até dez unidades.

“Estamos muito satisfeitos com o compromisso da Enter Air com a família Boeing 737. O pedido de 737-8 adicionais ressalta a confiança no avião e nos homens e mulheres da Boeing”, disse Ihssane Mounir, vice-presidente sênior de vendas comerciais e marketing da Boeing Company.

Enquanto a Enter Air e a Boeing concluem o acordo para as novas unidades do MAX, muitas companhias ao redor do mundo estão revendo os seus planos de operação e a forma como vão batizar a aeronave.

A tendência que deverá ser adotada por todos operadores como forma de desvincular o avião da imagem negativa gerada por todos episódios envolvendo o modelo desde outubro de 2018.

A expectativa é que uma nova certificação ocorra antes do final do ano, podendo ser obtida em meados de outubro, mas é praticamente certo que o nome 737 MAX será deixado para trás. A aposta é que a Boeing padronize as designações apenas com o numeral, como ocorre com as novas famílias do 747, 777 e 787.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Gabriel Benevides

Publicado em 20 de Agosto de 2020 às 16:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Boeing 737 MAX 737 MAX acidente aéreo Enter Air 787 Dreamliner 747 777-9