A320neo

Companhia aérea indiana determina altitude máxima para seus pilotos

A recomendação vale para os A320-200neo com motores Pratt & Whitney


A IndiGo Airlines de Delhi, India, ordenou que seus pilotos de A320neo não voem a altitudes acima dos 30.000 pés (9.100 m), preocupada com os motores Pratt&Whitney das aeronaves, o que naturalmente exige um volume adicional de combustível para cada uma das rotas.

Os motores turbofan PW1100G apresentaram diversas irregularidades, principalmente nas câmaras de combustão.

A Pratt & Whitney tem trabalhado com as companhias aéreas, concentrando suas atenções nas diferentes anomalias, à medida que surgem. A empresa reserva cerca de 13% de seus motores para eventuais substituições, com mais de 50 motores que podem ser utilizados como sobressalentes.

A IndiGo encomendou mais de 400 A320neo para servir destinos em toda a India, bem como para Bangkok, Dubai, Katmandu, Muskat, Sharjah e Cingapura.

Por Ernesto Klotzel

Publicado em 31 de Março de 2017 às 12:05


Notícias IndiGo A320neo Pratt & Whitney PW1100G