Adeus ao Gigante Parte 8.9

Último Boeing 747-400 produzido fará seu voo final em fevereiro

China Airlines antecipa aposentadoria do Jumbo e realizará voo especial que sobrevoará o Japão


 Boeing 747-400 da China Airlines

Voo final com o 747-400 da China Airlines será com o último avião do tipo produzido

Seguindo a tendência global de antecipar a aposentadoria dos Boeing 747 dedicados ao transporte de passageiros, a China Airlines, empresa sediada em Taiwan, anunciou o encerramento das operações com o icônico Jumbo.

A despedida ocorrerá no dia 6 de fevereiro, em um voo especial que sobrevoará o Japão. Aliás, voos especiais de despedida se tornaram recorrentes após o início da crise gerada pelo novo coronavírus, quando dezenas de empresas aéreas se viram obrigadas a antecipar a aposentadoria de diversas aeronaves.

Curiosamente, o voo especial será realizado justamente pelo último 747-400 produzido. O avião de matrícula B-18215 foi entregue em 2005, marcando assim o fim de uma era. A série -400 foi substituída pela variante -8, que não obteve o mesmo sucesso comercial, sobretudo no mercado de transporte de passageiros.

O voo comemorativo terá aproximadamente 5 horas e meia de duração, partindo de Taipei, em Taiwan, para na sequência sobrevoar o Japão, inclusive próximo ao também icônico Monte Fuji, retornando para Taipei.

Para os interessados, e com possibilidade de viajar, a China Airlines disponibilizou 350 passagens, disponíveis em três classes de serviço: econômica (US$ 266), executiva (US$ 347) e executiva do piso superior (US$ 382). Além de fazer parte do momento especial, todos os participantes receberão brindes especiais, incluindo uma miniatura do avião do voo na escala 1:200.

A crise do coronavírus deixará na lembrança não apenas a maior crise já vista em todo o setor da aviação civil, mas também a aposentadoria de aeronaves simbólicas em um ritmo sem precedentes. Modelos que deveriam voar por mais alguns anos, como o 747-400, tiveram sua retirada de operação de forma prematura em todo o mundo.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 5 de Janeiro de 2021 às 17:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Boeing 747 747-400 China Airlines Jumbo pandemia Fuji Taipei