Lion Air 610

Dados do livro de bordo apontam problema grave em voo anterior da Lion Air

Detalhes mostram que pode ter havido falha no sistema de geração de dados de altitude e velocidade


Lion Air é uma das maiores clientes da família 737 MAX

As autoridades indonésias confirmam a queda de Boeing 737 MAX 8 da Lion Air, que ocorreu logo pouco após decolar de Jacarta. 

O voo JT610 decolou de Jacarta para Pangkal Pinang, na região de Bangka-Belitung, às 6h20 de hoje (20h20 do dia 28, no Brasil), quando 13 minutos depois reportou que estava retornando ao aeroporto. A aeronave desapareu dos radares instantes depois.

As autoridades ainda trabalham na remoção das vítimas, para em seguida as equipes de investigação aeronáutica poderem iniciar o trabalho de identificação das causas do acidente.

O avião acidentado, PK-LQP, foi entregue a Lion Air em agosto, contando com pouco mais de dois meses de uso. Todavia, dados do diário de bordo mostram que o avião ontem havia reportado uma falha na fonte do sistema de indicação de altitude e velocidade. Os dados do logbook apontam que houve disparidade entre os dados apresentados entre os instrumentos de voo do comandante e do copiloto. Mesmo não podendo ser relacionada a pane anterior ao acidente, caso possa ter ocorrido um problema semelhante no voo JT610, a falha no sistema que pode ter gerado uma leitura errada das indicações de altitude e velocidade.

Dados do voo registrados pelo site Flight Radar 24 mostram variação nos parâmetros de altitude (azul) e velocidade (amerelo). Acima projeção no mapa mostra momento que aeronave some nos radares.

Uma falha semelhante, embora sem qualquer relação com o voo JT610, ocorreu com o voo Air France 447, que perdeu os dados de altitude e velocidade. O caso mostra que uma falha no processamento de tais informações pode levar os pilotos a perderem completamente a consciência situacional do voo, podendo levar a aeronave a queda mesmo tomando atitude corretas em um voo normal.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 29 de Outubro de 2018 às 16:00


Notícias Boeing 737 MAX Lion Air