Expectativas

Boeing mostra otimismo em nova previsão para o setor aéreo

Fabricante prevê compra de mais de 43 mil aeronaves nos próximos 20 anos


Boeing 737 MAX 10

Mundo vai precisar de mais de 600 mil pilotos nos próximos 20 anos, segundo a fabricante - Foto: Divulgação

Em seu relatório de perspectiva do mercado comercial (CMO) de 2021, divulgado nesta terça-feira (14), a Boeing se mostrou otimista com o futuro do setor no pós-pandemia. 

A fabricante prevê que, em todo o mundo, as companhias aéreas comprarão 43.610 aeronaves avaliadas em US$ 7,2 trilhões (R$ 37,7 trilhões) nos próximos 20 anos, um aumento de cerca de 500 unidades em relação à previsão feita em 2020, e que a indústria precisará contratar mais de dois milhões de novos funcionários para atender a demanda esperada para o futuro. Deste número, 612 mil serão pilotos.

Para que tais resultados possam ser alcançados, a expectativa da Boeing é de que o PIB mundial cresça em média 2,7% ao ano nos próximos 20 anos, em comparação com 2019, e que o tráfego global de passageiros e cargas aumente 4%.

Segundo o Vice-Presidente de Marketing Comercial, Darren Hulst, “mais uma vez a aviação provou ser resiliente. Vemos fundamentalmente um mercado em crescimento e esperamos um retorno a essa trajetória de crescimento de longo prazo até meados desta década”.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

 

Marcel Cardoso

Publicado em 14 de Setembro de 2021 às 11:25


Notícias noticias noticias de aviação Boeing Relatório Perspectiva Mercado Futuro 2021