Aeronaves de plástico

Cauda em V do futuro V-280 Valor é produzida em material termoplástico

Tecnologia permite reduzir o peso e número de componentes usado na montagem


Bell recebe nova cauda em V do V-280 produzida em material termoplástico 

O futuro tiltrotor V-280 Valor deverá contar com materiais compostos termoplásticos produzidos de resíduos reutilizados. A GKN Aerospace entregou à Bell um par de Ruddervators (caudas em V) feitos exclusivamente termoplásticos soldados por indução e dois painéis de acesso moldados por compressão.

Os componentes recém-instalados possuem mais de 12 horas em voos de teste do V-280, incluindo teste de voo autônomo recém-concluídos. Com o resultado positivo, os pilotos de testes afirmaram estar satisfeitos com a integração das peças, observado que o V-280 manteve excelente capacidade de resposta durante as manobras.

LEIA TAMBÉM

Recentemente, o V-280 comemorou o seu segundo ano de ensaios em voo e agora se torna uma das primeiras aeronaves militares a voar com sucesso utilizando componentes termoplásticos.

Os ruddervators são superfícies de controle com uma configuração de cauda em V, sua produção em compostos termofixos reduzem significativamente o peso, o custo e o total de peças utilizadas para sua construção.

Fabricantes ampliam uso de materiais compostos em projetos recentes visando menor custo de produção e operação

O Bell-V280 Valor está competindo no programa que prevê uma futura aeronave de assalto de longo alcance do exército dos Estados Unidos. A Bell espera que com estes novos avanços a aeronave possa se tornar mais atrativa não só pela capacidade de executar missões de maneira cirúrgica, mas por reduzir consideravelmente os custos operacionais em relação a outros modelos.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 4 de Junho de 2020 às 15:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Bell V-280 Valor Tiltrotor helicóptero material composto termoplástico