Erro grave

Avião dá meia volta após piloto testar positivo para Covid-19

Air India só percebeu o resultado do teste após o avião com destino a Moscou estar sobre o Uzbequistão


Airbus já estava sobre o Uzbequistão quando a equipe da Air India notou que o resultado de um dos pilotos era positivo

Um avião que realizava um voo de repatriamento entre Delhi e Moscou foi obrigado a dar meia após a equipe de terra da Air India descobrir tardiamente que um dos pilotos testou positivo para a Covid-19.

O caso ocorreu no dia 30 de maio, quando um Airbus A320neo decolou de Delhi às 7 da manhã (horário local) com destino ao aeroporto de Domodedovo, em Moscou. Todavia, quando a aeronave sobrevoava o espaço aéreo do Uzbequistão, a tripulação foi avisada que um dos pilotos havia testado positivo para a Covid-19 e ordenou que a aeronave retornasse imediatamente para a Índia.

LEIA TAMBÉM

Por normas internacionais, em nenhuma hipótese, o piloto deveria estar a bordo, inclusive o próprio regulamento da Direção Geral de Aviação Civil da Índia (DGCA, sigla em inglês), prevê que nenhum tripulante pode embarcar com doença infectocontagiosa.

De acordo com a DGCA houve uma falha grave por parte da companhia aérea ao permitir que um membro da tripulação voasse mesmo testando positivo para a Covid-19. As autoridades indianas afirmaram que deverão abrir uma investigação para apurar o motivo da Air India ter informado ao piloto o resultado da testagem somente após a decolagem da aeronave.

A DGCA não informou qual o protocolo adotado em relação aos tripulantes e passageiros do voo, que estiveram expostos ao risco durante um grande período de tempo. O sistema de filtragem dos aviões modernos é capaz de retirar mais de 99,9% das impurezas do ar, inclusive agentes contaminantes, como vírus, bactérias e fungos, mas a presença física durante o embarque e briefing pode ter contaminado parte da tripulação.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 2 de Junho de 2020 às 14:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Airbus A320neo covid-19 coronavírus Air India Moscou Domodedovo Delhi India Russia