Lo 737 de los hermanos

Argentina autoriza retomada dos voos com o Boeing 737 MAX

Aerolíneas Argentinas deverá retomar os voos com o modelo nas próximas semanas


Boeing 737 MAX da Aerolineas Argentinas no por do sol

Autoridades da Argentina mantiveram a proibição dos voos com o 737 MAX por dois anos | Foto: Martin Romero

Autoridade de Aviação Civil Argentina (Anac, na sigla em espanhol) emitiu a autorização de voo para o Boeing 737 MAX, dois anos após a proibição de voos com o modelo, permitindo que a Aerolíneas Argentinas volte a operar com o avião.
 
Esta autorização para os voos comerciais com o Boeing 737 MAX vale tanto para a Aerolíneas Argentinas quanto qualquer outra companhia aérea que queira utilizar a aeronave em voos para o país.
 

Com a decisão, os quatro países latino-americanos permitiram a retomada das operações com a família 737 MAX, dois anos após a queda do voo ET302 da Ethiopian Airlines, que forçou a paralisação dos voos em todo o mundo.

Das quatro operadoras do 737 MAX latino-americanas, a Aerolíneas é a que possui a menor quantidade de aviões já recebidos, com apenas quatro Boeing 737 MAX na frota, com um pedido para mais nove unidades e com previsão de recebimento para os próximos meses.

A companhia aérea ainda não anunciou quando retomará os voos com o 737 MAX na Argentina.

A empresa foi a primeira na América do Sul a receber o novo jato da Boeing. Já a brasileira Gol foi a primeira companhia no mundo a retomar as operações comerciais com MAX, em dezembro de 2020.

A notícias é vista como positiva para a Boeing, que gradualmente assiste a retomada dos voos com a família 737 MAX e ainda poderá obter um novo contrato milionário com a norte-americana Southwest Airlines.

Por Marcel Cardoso

Publicado em 11 de Março de 2021 às 17:50


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Boeing 737 MAX Aerolinas Argentinas Gol Anac Argentina Southwest