Colocando a própria vinda em risco

ANAC desmantela fraude em licenças e habilitações de pilotos

Agência descobriu esquema onde aviadores lançavam horas de voo não realizadas com objetivo de aumentar a experiência


Cessna 172

Pilotos em instrução mentiram sobre a realização das horas de voo | Foto: Divulgação

A Anac deflagrou hoje (27) uma operação de combate a fraudes no processo de certificação de pilotos civis no Brasil, visando coibir e punir profissionais que fraudaram dados de horas de voo.

A Operação Saruman ocorre após a agência confirmar que doze profissionais falsificaram dados durante a inclusão de horas de voo na Caderneta Individual de Voo Digital (CIV Digital).

A fraude ocorria na comprovação do requisito de experiência de voo, exigência mínima para obter as licenças e habilitações para operar aeronaves, quando os alunos pagam os instrutores para inserir a realização de voos falsos na CIV, com objetivo de aumentar a experiência de voo.

A quantidade mínima de voo, para cada tipo de habilitação é previsto no Regulamento Brasileiro de Aviação Civil n° 61 (RBAC 61) e segue padrões internacionais.

Durante as investigações também foram identificadas falsificações em documentos relativos a treinamentos em dispositivos de simulação de voo.

A Anac afirmou que assim que comprovou a fraude suspendeu imediatamente as licenças e habilitações dos aeronautas envolvidos no esquema. Após serem comunicados por ofício para manifestação nos processos administrativos, os beneficiários das fraudes serão autuados, e as licenças e habilitações envolvidas serão canceladas definitivamente. P

A Anac destacou que por constituir crime de falsidade ideológica, os órgãos competentes serão devidamente notificados, com os envolvidos podendo sofrer processos civis na esfera criminal. 

“A operação é fruto da atividade de inteligência da Anac, que visa coibir e punir ações em desacordo com os regulamentos da aviação civil. O trabalho de inteligência e monitoramento da certificação de pessoal desenvolvido subsidia a evolução da segurança operacional do ecossistema da aviação civil e propicia maior rigidez para os processos administrativos que conferem licenças e habilitações a aeronautas”, afirmou a Anac em nota oficial.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 27 de Outubro de 2021 às 17:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Anac CHT piloto piloto de avião PT-BIC hora de voo