Contas no azul

Boeing fecha terceiro trimestre com lucro de US$ 329 milhões

Resultado positivo em 2021 já passa de US$ 1 bilhão


Boeing 787-10

Fabricante reverteu prejuízos de 2020, mas precisa se acertar quanto ao 787 - Foto: Divulgação

A Boeing divulgou os resultados financeiros do terceiro trimestre de 2021, reportando lucro de US$ 329 milhões (R$ 1,83 bilhão), revertendo o prejuízo alcançado no mesmo período de 2020. Nos nove primeiros meses do ano, a companhia já acumula lucro de US$ 1,27 bilhão (R$ 7,1 bilhões).

As receitas atingiram US$ 15,3 bilhões (R$ 85 bilhões), impulsionada pelo maior volume de aviões comerciais e de serviços, totalizando, até agora, US$ 47,5 bilhões (R$ 263,8 milhões) no ano.

Foram entregues 85 aeronaves no período, o triplo do terceiro trimestre de 2020, e o backlog está com mais de 4.100 aviões, avaliados em US$ 290 bilhões (R$ 1,61 trilhão). A Boeing afirmou que a produção do 737 MAX  está em uma taxa de 19 aeronaves por mês e planeja alcançar 31 no início de 2022, com viés de alta no futuro. 

Quanto ao 787, o modelo mais problemático do momento, a fabricante afirmou que está focando em recursos de produção na realização de inspeções e retrabalhos e que continua a se envolver em discussões detalhadas com reguladores sobre as ações necessárias para a retomada das entregas. 

"A demanda do mercado comercial continua a ganhar força com a distribuição ampla de vacinas e a aberturas das fronteiras. Daqui para frente, a capacidade da cadeia de suprimentos e o comércio global serão os principais impulsionadores da nossa indústria e da recuperação mais ampla da economia”, disse o CEO, David Calhoun.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

 

Marcel Cardoso

Publicado em 27 de Outubro de 2021 às 10:05


Notícias noticias noticias de aviação Boeing Resultados Trimestre Ano Lucro 737 MAX 787