Com uma ajudinha da Casa Branca

Ajuda estatal faz American Airlines voltar a ter lucro depois de um ano

Sem apoio governamental a companhia teria prejuízo de US$ 1,1 bilhão


Boeing 777 da American

As receitas da companhia dispararam em comparação com o primeiro trimestre

A American Airlines apresentou os seus resultados financeiros do segundo trimestre de 2021, com ganhos líquidos de US$ 19 milhões (R$ 95,5 milhões), motivados principalmente pela assistência financeira bilionária recebida do governo americano. 

O resultado foi o primeiro lucro desde o início da pandemia do coronavírus, em março de 2020. A companhia ainda reportou que as receitas aumentarem 87% em comparação com o trimestre anterior, atingindo US$ 7,5 bilhões (R$ 39 bilhões), resultado da forte alta da demanda por voos domésticos.

A American Airlines agora espera reduzir sua dívida, que supera os mais de US$ 15 bilhões (R$ 77,6 bilhões), até o final de 2025 contra a previsão anterior de US$ 8 bilhões a US$ 10 bilhões. O processo será através da amortização natural, usando o maior fluxo de dinheiro e de caixa livre para quitar dívida pré-paga. A empresa ainda espera que potencialmente posso usar dinheiro em vez de dívida para certas entregas futuras de aeronaves.

"Tomamos uma série de medidas para solidificar nossos negócios. (...) Remodelamos nossa rede, simplificamos nossa frota e tornamos nossa estrutura de custos mais eficiente”, disse o CEO da American Airlines, Doug Parker.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Marcel Cardoso

Publicado em 22 de Julho de 2021 às 09:20


Notícias noticias noticias de aviação American Resultados Trimestre Lucro