De volta para casa

Air France-KLM realizou o repatriamento de 28.546 brasileiros

Empresas mantêm operação regular para o Brasil e ampliaram oferta de voos especiais no mundo


A maioria dos 63.431 cidadãos repatriados pela Air Frace-KLM são brasileiros

O grupo Air France-KLM repatriou 63.431 cidadãos de volta às suas casas, sendo 28.546 brasileiros, 11.578 franceses, 5.243 holandeses e outros 18.046 cidadãos europeus. A empresa tem priorizado o embarque de passageiros que estejam voltado para seus países de origem ou residência.

Mesmo com circunstâncias tão excepcionais a Air France e a KLM mantem a operação dos voos partindo de Paris para São Paulo e Rio de Janeiro, assim como de Amsterdã para São Paulo. Desde o início da pandemia foram realizados 157 voos entre o Brasil e a Europa.

LEIA TAMBÉM

Ambas as companhias trabalham em estreita colaboração com os governos locais, franceses e holandeses com o objetivo de repatriar cidadãos pelo mundo, implementando soluções de transporte o mais rápido possível.

Em nota o grupo franco-holandês afirma que criou uma tarifa especial para passageiros em voo de repatriação, visando ampliar a capacidade de milhares de cidadãos retornarem a seus lares em todo o mundo.  Essas tarifas especiais estão disponíveis em voos operados por aeronaves próprias das duas companhias, incluindo as rotas brasileiras.

As empresas ressaltam que os viajantes que estão em um destino no qual as empresas não podem mais voar por restrições impostas pelos governos são aconselhados a entrar em contato com a embaixada ou consulado. Foram estabelecidos critérios de priorização para alinhar com as embaixadas as necessidades e as autorizações de voo especiais.

Transporte de cargas essenciais

Segundo as duas companhias, o transporte de cargas tem tido uma importância ainda mais significativa durante a crise. Uma operação especial tem sido mantido para realizar o máximo de voos cargueiros especiais, transportando especialmente produtos farmacêuticos, matéria-prima para produção de medicamentos, equipamentos médicos, frutas, suprimentos e embalagens.

No Brasil, além do aproveitamento do espaço no porão de aeronaves de passageiros, a Air France-KLM também opera até cinco voos semanais entre Amsterdã e o aeroporto internacional de Viracopos, em Campinas. Desde o dia 1° de março, foram transportados 3.870 toneladas de carga entre a Europa e o Brasil.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 17 de Abril de 2020 às 16:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Airbus A330 KLM Air France covid-19 coronavirus carga aérea repatriamento voos