Aviação Executiva

Aerovale deverá estar 100% implantado até o começo de 2014

Primeiro aeroporto privado de São Paulo possui 2,3 milhões de metros quadrados


aerovale

Até o começo do ano que vem, as obras do Aerovale, o primeiro aeroporto privado de São Paulo, que está sendo construído em Caçapava (SP), deverá estar concluído. Com o fim da fase de terraplanagem, que mobiliza mil pessoas aproximadamente, além de 223 equipamentos de grande porte, começam as obras de infraestrutura do aeroporto (calçamento, canalização de águas, urbanização etc).  A previsão dos investidores é que após o início das operações, sejam contratadas 2 mil pessoas, entre funcionários diretos e indiretos. As contratações já começaram, 200 novas pessoas já estão trabalhando, há 60 vagas em aberto, 10 administrativas e 50 na área operacional, mas o ritmo deve ser acelerado nas próximas semanas. Com acesso pelas rodovias Carvalho Pinto (300 metros) e Presidente Dutra (4 km), o Aerovale é um projeto da Construtora Penido e oferece ao todo 117 lotes aeronáuticos de até 13.500 metros quadrados, com acesso direto à pista. Nesta área devem ser instalar empresas de manutenção de aeronaves, táxi aéreo, hangares, entre outros. E mais, 188 lotes industriais e comerciais de até 15 mil metros quadrados devem abrigar empresas de prestação de serviços, dentre elas restaurantes, bancos, hotéis e conveniências. São 2,3 milhões de metros quadrados e um investimento de R$ 223 milhões só para entregar o empreendimento funcionando aos condôminos. Cerca de 30% dos lotes já foram comercializados. A pista começa a operar em maio do próximo ano e o condomínio será entregue em dezembro. Quando todas as empresas já estiverem funcionando, serão mais de 30 mil novos postos de trabalho no Aerovale.

 

Da redação

Publicado em 30 de Outubro de 2013 às 15:10


Notícias Aerovale Caçapava aeroporto privado