Fronteiras fechadas

Voos entre o Canadá e os EUA serão suspensos

Air Canada realizará o último voo conectando os dois países no próximo dia 26 de abril


Operações da Air Canada para os Estados Unidos ficará suspensa até o dia 22 de maio

A Air Canada anunciou que após o dia 26 de abril (domingo) suspenderá os voos programados para os Estados Unidos, após acordo efetivado hoje entre os governos dos dois países, que resolveram estender as restrições entre fronteiras por mais 30 dias.

A empresa planeja voltar a voar para o vizinho a partir do dia 22 de maio, mas alerta que a retomada está sujeita a outras restrições governamentais além dessa data. Por se tratar de um motivo de força maior, a Air Canada está isentando os passageiros com reservas para esse período das taxas de alteração. Em nota a companhia afirma que estes passageiros poderão reagendar suas viagens sem taxa adicional.

LEIA TAMBÉM

Como resultado da crise da COVID-19, desde o dia 16 de março a Air Canada reduziu sua programação de voos em mais de 90%. Após o anúncio inicial das restrições de viagem entre os dois países em vigor desde o último dia 21 de março, a Air Canada manteve uma operação limitada para onze destinos nos Estados Unidos, visando principalmente o repatriamento de canadenses.

Atualmente a maior parte das operações estão concentradas em três aeroportos canadenses, Toronto, Montreal e Vancouver. Após a realização do último voo comercial no dia 26 de abril, a Air Canada afirma que a retomada da operação dependerá dos avanços do combate ao coronavírus e do reaquecimento da demanda.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 22 de Abril de 2020 às 17:10


Notícias notícia de aviação aeronave avião Air Canada Canadá Estados Unidos voos Montreal Vancouver Toronto covid-19 coronavirus