Forças aerodinâmicas

Vendaval faz Boeing 737 colidir contra ponte de embarque

Incidente ocorreu em Boston durante forte tempestade que atingiu o aeroporto


 

Aeronave colidiu com a ponta da asa na estrutura principal da ponte de embarque | Imagem: @Scott Tetreault

Os fortes ventos que atingiram a região de Boston, no noroeste dos Estados Unidos foram suficientes para fazer um Boeing 737 bater contra a estrutura de uma ponte de embarque. O caso foi observado por funcionários do aeroporto e da companhia aérea.

A tempestade com ventos com mais de 130 km/h atingiu grande parte da cidade, incluindo o aeroporto internacional de Boston – Logan, onde causou alguns contratempos e prejuízos. Um Boeing 737 da Southwest Airlines estava estacionado quando fortes rajadas conseguiram movimentar a aeronave, que avançou contra a estrutura metálica da ponte de embarque. A ponta da asa tocou a lateral da ponte, causando alguns danos em ambas estruturas.

LEIA TAMBÉM

Dependendo da velocidade e ângulo que correntes de vento atingem uma aeronave, é possível movimenta-la por alguns metros. Não foram raros os casos de aviões de grande porte que o trem de pouso do nariz saiu do chão enquanto rajadas de vento passavam pelas asas gerando uma pequena sustentação. Ainda que sem capacidade para fazer o avião sair completamente do chão, geraram uma força suficiente para movimentar o avião. Tempestades, como furacões, são responsáveis por diversos danos graves a aeronaves de pequeno porte, muitas destruídas pela força do vento.

 

Vídeo mostra Boeing 747 se movimentando durante vendaval

Vale lembrar que as asas são superfícies aerodinâmicas, ou seja, são projetadas para trabalhar com as forças geradas pelo ar.

ASSINE AERO MAGAZINE COM ATÉ 76% DE DESCONTO

Por Edmundo Ubiratan | Imagem: Divulgação

Publicado em 18 de Outubro de 2019 às 17:07


Notícias notícia de aviação aeronave avião Boeing 737 vendaval Boston ponte embarque Southwest