Os últimos veteranos

Últimos MD-10 e A310 da FedEx serão aposentados

Empresa planeja retirar de serviço parte da frota em virtude da redução na demanda por transporte aéreo expresso


Os últimos três A310F da FedEx devem ser aposentados até 2021

A Federal Express iniciou o processo para retirar de operação sua frota de Airbus A310F e de Boeing MD-10F, que devem ser aposentados até o final de 2021. A forte retração do mercado de transporte aéreo expresso tem levado a uma consequente redução da demanda por transporte internacional.

Atualmente a empresa tem três A310 e dezessete MD-10 na frota, que voam especialmente em voos de médio curso e alta capacidade.

LEIA TAMBÉM

A recente guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, somado as incertezas na Europa em relação ao Brexit levou a uma redução no comércio global expresso. Além disso, a empresa tem sido pressionada após não conseguir renovar o contrato de transporte com a Amazon, que optou por operar uma frota própria de aeronave, subcontratada com companhias rivais da FedEx.

FedEx tem um pedido para 50 novos 767-300F e outros dez 777F

A FedEx possui ainda um contrato com a Boeing para dez 777F e cinquenta 767-300F, que devem ser entregues nos próximos anos, que naturalmente devem substituir aeronaves mais antigas da frota, em especial os veteranos A310 e MD-10.

Edmundo Ubiratan | Imagem: Divulgação

Publicado em 7 de Outubro de 2019 às 17:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Airbus A310 Boeing 767 767-300F 777 777F MD-10 FedEx cargueiro Amazon Amazon Prime