Branded Content

Táxi Aéreo Internacional – qual opção escolher?


BRANDED CONTENT

Fretar um avião para exterior pode custar entre R$85.000 a até R$1 milhão – ou mais! Segurança do voo, permissões internacionais e conforto de cabine são apenas alguns dos principais aspectos que precisam ser revistos antes de selecionar a opção certa.

Com a redução da malha aérea comercial e encerramento de fronteiras para voos regulares, os fretamentos internacionais de jatos executivos viraram uma das opções mais procuradas entre os clientes de alto poder aquisitivo na América Latina. De acordo com o sistema de cotações de táxi aéreo da Flapper, o número de pedidos para voos internacionais saindo do Brasil cresceu mais de 400% entre o primeiro e o terceiro semestre de 2020, representando uma mudança significativa de comportamento do viajante brasileiro.

A escolha de combinação mais adequada do avião, operador e rota para a sua missão pode ser crucial para evitar estresse durante a viagem. Considerando especialmente o alto investimento necessário para contratação de um voo internacional na aviação executiva, quanto melhor você planejar, maiores serão as chances de que nenhum custo extra apareça antes, depois ou durante o voo.

 

TÁXI AÉREO INTERNACIONAL – O BÁSICO

A permissão para a realização de serviços aéreos fora do país de registro do operador é concedida pelas autoridades locais de aviação civil. No nível básico, a tal chamada “Área de Atuação” do operador de táxi aéreo é dividida em voos domésticos e internacionais.

No entanto, cada país especifica para quais regiões um determinado operador pode voar. No Brasil, por exemplo, uma transportadora aérea pode ser homologada para voos nas seguintes regiões: (1) Brasil - incluindo Fernando de Noronha, (2) América do Sul, (3) América Central e Caribe, (4) EUA, (5) Europa, (6) África, (7) Oriente Médio e (8) Ásia e Oceania.  Saber para quais regiões cada aeronave é homologada é um dos principais motivos por trás da escolha de um consultor qualificado de fretamentos internacionais.

O jogo das permissões não termina aqui, entretanto. As restrições impostas pelo Departamento de Transporte dos Estados Unidos, bem como as recentes regras para Operadores de Terceiros Países (TCO) na Europa, estipulam claramente que cada operador deve possuir permissões adicionais para operar voos fretados nessas regiões. Isso significa que uma companhia aérea brasileira, autorizada pela ANAC para voos na Europa ou EUA, ainda pode ser parada na fronteira se não possuir as certificações locais adequadas.

Alguns dos outros aspectos operacionais importantes, que devem ser avaliados antes da contratação do serviço, são:

  1. O valor da apólice de seguro

  2. Aviônicas e mapas do avião

  3. Experiência dos pilotos

  4. Permissões de embaixadas e outros órgãos

  5. Escolha de terminais VIP no destino

  6. Menu de comida

  7. Wi-fi

  8. Serviço de comissaria

    1. Configuração diurna e noturna da aeronave

A seguir, apresentarei os tipos de aeronaves mais populares para voos internacionais saindo do Brasil, juntamente com suas principais vantagens e as sugestões de itinerários.

 

PARA OS MAIS EXIGENTES - JATOS ULTRA-LONG RANGE

  • Na América do Sul: 5 jatos homologados para táxi aéreo

  • Alcance: até 11’780 km

    • Capacidade: até 16 passageiros

Esses modernos jatos de negócios permitem voos sem escalas entre São Paulo e Londres ou São Paulo e Nova York. Vêm equipados com cozinha completa, cabine dividida em 3 zonas, centros de entretenimento, mesas e poltronas que podem ser convertidas em camas.

Tais comodidades e alto desempenho têm custos elevados. O custo de um voo de ida e volta entre São Paulo e Lisboa tipicamente ultrapassa 1 milhão de reais:

Link para cotação São Paulo – Lisboa

 

QUANDO O ALCANCE NÃO É TUDO – JATOS HEAVY JET

  • Na América do Sul: 15 jatos homologados para táxi aéreo

  • Alcance: 5.700 km – 7.590 km

    • Capacidade: 8 – 14 passageiros

Os jatos da categoria Heavy Jet constituem uma alternativa sólida aos jatos de alcance ultralongo, sem comprometer o conforto do voo. Com uma parada, eles podem chegar a quase qualquer ponto da Europa e América do Norte, enquanto possuem cabines espaçosas e bem equipadas.

Os destinos típicos incluem Caribe, Miami, Europa e México. Um voo de ida e volta em uma aeronave como Challenger 605 ou Legacy 650 entre São Paulo e Miami pode custar até R$800.000.

Link para cotação São Paulo – Miami

 

A ESCOLHA MAIS AMPLA – JATOS DO TAMANHO MÉDIO E SUPERMÉDIO

  • Na América do Sul: 26 jatos homologados para táxi aéreo

  • Alcance: 4.000 km – 5.350 km

    • Capacidade: 7 – 10 passageiros

Os jatos do tamanho médio e supermédio podem ser utilizados tanto para missões regionais quanto para voos para a Europa e os EUA, exigindo entre 1 a 2 paradas para distâncias mais longas. A frota sul-americana de táxi aéreo inclui os bem-falados Learjet 60 e Hawker 800, bem como os modelos de última geração Citation Latitude.

Os jatos da categoria oferecem espaços de cabine maiores do que os jatos leves e normalmente incluem comodidades mais luxuosas, incluindo banheiros mais espaçoso, sofás e galleys parciais. Um voo entre São Paulo e Bahamas no Learjet 60 pode custar entre R$300.000 e R$450.000, com duas escalas.

Link para cotação São Paulo - Bahamas

 

PARA QUEM GOSTA DE PROMOÇÕES

Junto com o crescente número de voos de reposicionamento de e para o Brasil, uma nova modalidade de comercialização de voos internacionais foi amplamente adotada por os que buscam ofertas de voos privados por preços promocionais. Tal chamadas “empty legs” surgem quando a aeronave retorna vazia à sua base ou é enviada em busca de passageiros sem ocupantes adicionais.

Algumas das ofertas publicadas recentemente pelo aplicativo Flapper incluíam o voo São Paulo - Punta del Este por R$3500 por pessoa e uma perna Miami - Rio de Janeiro por menos de R$9000 por pessoa. As ofertas são publicadas frequentemente no aplicativo para celular da Flapper que você pode baixar no link abaixo.

Baixar Flapper iOS

Baixar Flapper Android

Paul Malicki é CEO e cofundador a Flapper, empresa especializada em fretamentos aéreos na América Latina. Flapper agrega mais de 450 aeronaves disponíveis para aluguel na região e possui certificado Wyvern Safety para voos fretados no mundo inteiro.

Da redação

Publicado em 1 de Novembro de 2020 às 00:00


Notícias