Parceria Público Privada

SpaceX envia primeiros humanos ao espaço

Missão Demo-2 inaugura nova era no programa espacial e abre uma nova fronteira para a conquista da Lua e Marte


Nave Dragon conta com visual futurístico e três grandes telas sensíveis ao toque

Os astronautas da Nasa Robert Behnken e Douglas Hurley decolaram na tarde de hoje (30) rumo à Estação Espacial Internacional (ISS) a bordo da primeira nave privada utilizada para transportar humanos até o espaço.

O foguete Falcon 9 decolou do histórico Pad 39A, no Centro Espacial John F. Kennedy, o mesmo local de onde partiu a Apollo 11, em 1969. A diferença é que agora todo o sistema de lançamento, foguete e nave são privados, através de um contrato firmado pela Nasa com objetivo de reduzir seus custos com missões tripuladas até a ISS.

LEIA TAMBÉM

Chamado de Commercial Crew Program, o projeto lançado em 2010 iniciou uma nova Era no programa espacial ao permitir que empresas privadas pudessem não apenas projetar os sistemas, mas também serem responsáveis por todo o processo, do lançamento até o retorno dos astronautas.

Patch oficial da missão Demo-2 da Nasa e SpaceX

A nave CrewDragon realizou agora sua primeira missão tripulada, chamada de Demo-2, que comprova a viabilidade completa do projeto e se tornou a primeira a enviar humanos ao espaço desde a missão STS-135, que encerrou os voos com o Ônibus Espaciais (Space Shuttle).

O voo inaugural estava previsto para ocorrer em julho de 2019, como parte do contrato do Commercial Crew Development, todavia uma falha na nave Demo-1 durante um teste de rotina levou a SpaceX ser obrigada a rever detalhes fundamentais do projeto.

O lançamento de hoje marca um importante passo na exploração espacial, ao inserir empresas privadas em missões da Nasa e futuramente podendo elas mesmas seguirem seus objetivos particulares. A expectativa é que o acoplamento com a ISS ocorra amanhã (31).

Uma curiosidade, a missão foi a primeira a reutilizar o logo 'worm' da Nasa, que havia sido abandonado oficialmente em 1992. O visual futurista da nave e uniforme exigiu uma readaptação do antigo logotipo da Nasa, criado na década de 1970 como uma forma de modernizar a imagem da agência espacial, mas abandonado mais tarde em nome do tradicional logotipo azul.

A nave CrewDragon e o foguete Falcon 9, ambos da SpaceX, no Pad39A, de onde partiu também a histórica missão Apollo 11 (acima). Detalhe da nave, que usa o conceito de capsula, mas inova em uma série de sistemas em relação aos modelos existentes até hoje.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 30 de Maio de 2020 às 17:30


Notícias notícia de aviação aeronave avião nave espacial corrida espacial astronauta Nasa SpaceX ISS Estação Espacial Falcon9 Crew Dragon