Hora da retomada

Qatar Airways planeja voar para 80 destinos em junho

Companhia árabe reestrutura sua estratégia de negócios e anuncia retomada de diversos destinos no mundo, incluindo São Paulo


Qatar espera retomar parte da malha global em junho, incluindo voos regulares para São Paulo

A Qatar Airways que está reestruturando suas operações anunciou as novas rotas que serão reestabelecidas a partir de junho, incluindo São Paulo. Desde o início da pandemia a empresa árabe tem operado uma média de 30 destinos para a maioria dos continentes, o que permitiu repatriar mais de 1 milhão de pessoas para casa.

A retomada dos serviços ocorrera em uma série de fases, expandido a malha aérea de acordo com a evolução da demanda de passageiros e o relaxamento esperado das restrições de entrada em todo o mundo. Até o final de junho o objetivo é ter oitenta destinos na malha, incluindo 23 na Europa, quatro nas Américas, vinte no Oriente Médio e África, além de 33 na região da Ásia-Pacífico.

LEIA TAMBÉM

A Qatar Airways tem trabalhado com uma complexa estrutura de planejamento, prevendo como ocorrerá a reabertura das fronteiras e a retomada da demanda. A expectativa é que as viagens de curta distância se recuperem primeiro, com as conexões entre grandes cidades globais ocorra gradualmente, para finalmente haver uma mudança em viagens pessoais.

“Seguimos diariamente os indicadores do mercado global de viagens e continuamos focados em como podemos possibilitar a mobilidade de nossos clientes”, comentou Sua Excelência, Sr. Akbar Al Baker, Presidente do Grupo Qatar Airways. “Pretendemos continuar cumprindo essa missão à medida que expandimos gradualmente nossa rede”.

A Qatar Airways afirma que aproveitará ao máximo sua frota diversificada para garantir o melhor ajuste de demanda em cada rota planejada. A estratégia segue o oposto de algumas companhias aéreas, como a norte-americana American Airlines, que optou por retirar diversas famílias de operação de forma definitiva.

Entretanto, a companhia árabe opera uma frota mais moderna e com menor número de famílias que seus pares na América do Norte, o que possibilita manter a diversificação já existente na frota. A empresa recebeu nos últimos anos diversas aeronaves de última geração, com destaque para os Airbus A350 e Boeing 787.

A expansão gradual da malha concentrará inicialmente no fortalecimento das conexões entre o hub da Qatar em Doha e os principais hubs globais de companhias parceiras, com destaque para os aeroportos de Londres, Chicago, Dallas e Hong Kong, além de reabrir alguns dos principais destinos de negócios e lazer, como Madri e Mumbai. A cidade de São Paulo será, por ora, a primeira na América do Sul a ser adicionada de forma permanente nos voos planejados para junho.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 6 de Maio de 2020 às 07:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Boeing 787 Airbus A350 São Paulo Doha Qatar Airways American Airlines