Depois de incidente

Protótipos da Mitsubishi retornam ao programa de ensaios em voo

Com a aprovação da autoridade de aviação civil do Japão, três dos quatro MRJ reiniciaram os testes




Três dos quatro jatos regionais Mitsubishi Aircraft MRJ envolvidos no programa de ensaios de voo receberam a aprovação do órgão regulador da aviação civil do Japãos para se juntar à frota original.

Desde o início de setembro, o fabricante só operava a aeronave FTA-4, enquanto os protótipos FTA 1-2 e 3 aguardavam a aprovação do Birô de Aviação Civil do Japão para seu retorno ao programa.

A Mitsubishi informou que a aprovação foi concedida no mesmo dia em que o FTA-3 realizou um voo de 3 horas completado “sem incidentes”. O programa foi reiniciado a todo o vapor nesta semana.

O fabricante suspendeu o programa de ensaios de voo do MRJ em 21 e agosto, após um corte não comandado do motor Pratt&Whitney PW1200G instalado no FTA-2 durante o voo, o que forçou um pouso não programado no Aeroporto Internacional de Portland. Após a troca do motor, o FTA-2 foi trasladado para a base em Moses Lake em 28 de agosto.

Ainda na fase final das investigações, a Mitsubishi adianta que “análise atual indica que o incidente com o FTA-2 em agosto foi um fato isolado, já que o restante da frota de ensaios passou por inspeções e não foi afetada”.

Por Ernesto Klotzel

Publicado em 15 de Setembro de 2017 às 10:29


Notícias