Carrasco do terror

Primeiro Super Tucano destinado a Nigéria realiza primeiro voo

Aeronave está sendo produzida nos EUA e contará com uma série de sistemas especiais


Super Tucano da força aérea da Nigéria decola da unidade da Embraer em Jacksonville, na Flórida

A Embraer realizou o voo inaugural com o primeiro A-29 Super Tucano destinado a Nigéria. A aeronave foi montada na unidade da Embraer em Jacksonville, Flórida.

A força aérea da Nigéria fez uma encomenda de 12 aeronaves, com as entregas previstas para 2021. As primeiras unidades serão enviadas para Centennial, no Colorado, onde deverão receber modificações dos sistemas de missão além de realizar testes finais necessários antes da entrega.

LEIA TAMBÉM

Os pilotos nigerianos receberão os primeiros treinamentos ainda este ano, em uma etapa que antecede as entregas das primeiras aeronaves. A expectativa é que o país africano utilize a aeronave especialmente em missões contra insurgência e contra grupos terroristas.

Os A-29 Super Tucanos encomendados pela Nigéria são produzidos em parceria entre a Embraer e a norte-americana Sierra Nevada, contando com recursos adicionais em relação ao modelo padrão. O contrato também inclui sistemas de planejamento de missão, peças sobressalentes, equipamentos de solo, dispositivos de treinamento de solo, equipamentos de missões alternativas e apoio interino dentro do modelo de contrato com os Estados Unidos.

Aeronave foi produzida pela Embraer em parceria com a Sierra Nevada

“Este é um marco significativo na produção dos A-29 Super Tucano para a força aérea da Nigéria. A linha de produção de Jacksonville está ativa, a Embraer e a SNC estão confiantes de que a produção de outras aeronaves será concluída nos próximos meses”, disse Jackson Schneider, presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança.

O A-29 Super Tucano se tornou referência em aeronaves de ataque leve e reconhecimento no mundo todo, sendo utilizado como plataforma de instrução avançada, assim como operações de apoio tático, ISR (Inteligência, Vigilância e Reconhecimento), vigilância armada e emprego em guerra irregular. O modelo é operado por 15 forças aéreas em todo o mundo.

Atualmente o modelo é utilizado no Brasil como aeronave de treinamento avançado, ataque e suporte tátio, ISR e demonstração aérea, este último voando pela popular Esquadrilha da Fumaça (Esquadrão de Demonstração Aérea).

Por Gabriel Benevides

Publicado em 18 de Abril de 2020 às 12:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Embraer A-29 Super Tucano Sierra Nevada Nigéria EUA Flórida Jacksonville